fbpx

5 erros que você está cometendo na hora de contratar desenvolvedores

Contratar desenvolvedores, assim como qualquer outro profissional do setor de tecnologia, não é uma tarefa fácil. Com o mercado de tecnologia extremamente competitivo em 2021, as empresas precisam pensar em diversas estratégias para conseguir atrair os talentos para as suas organizações.

E é neste momento onde os gestores encontram mais dificuldades. Afinal, com o mercado aquecido e tantas oportunidades interessantes disponíveis, você pode até se questionar: “por que os melhores profissionais iriam escolher a minha startup?”.

O fato é que  a sua dificuldade para atrair talentos pode estar relacionada a alguns erros muito comuns que empresas cometem na hora de contratar desenvolvedores para a sua Startup. 

Pensando nisso, trouxe neste artigo os cinco maiores erros cometidos no recrutamento de pessoas programadoras. Confira abaixo!

Descrições de vaga mal elaboradas

O primeiro erro cometido por empresas que abrem vagas no setor de tecnologia é não descrevê-las da maneira mais adequada. Quando um possível candidato se depara com uma oportunidade que aborda exatamente quais são as habilidades e conhecimentos técnicos, bem como o nível de experiência exigido e até mesmo a remuneração, as chances deste profissional aplicar à vagas aumentam exponencialmente.

Não deixar claros todos estes tópicos podem não só afastar bons candidatos como também gerar aplicações de talentos sem fit com a vaga o que prejudicará o andamento dos seus processos seletivos.

Avaliação incorreta das hard skills 

Ok, você já tem candidatos interessantes aplicados à vaga que sua empresa abriu. Mas, você sabe realmente avaliar estes profissionais da melhor maneira? Outro erro comum na hora da seleção de candidatos é a má avaliação das hard skills destes talentos, aplicando testes que não se adequam aos perfis profissionais daqueles que aplicaram à vaga. 

Existem diversos tipos de testes técnicos, cada um deles destinado a um perfil específico de pessoa desenvolvedora, que leva em consideração algumas características como o nível de experiência. 

Além disso, é extremamente necessário que o recrutador responsável pela avaliação das hard skills tenha um bom conhecimento sobre a parte técnica, afinal, uma avaliação incorreta pode ocasionar contratações equivocadas que, no futuro, impactarão negativamente nos resultados da sua Startup.

Ignorar as soft skills

Se você acha que as habilidades comportamentais dos talentos não são tão importantes quanto a sua formação técnica e acaba por ignorá-las. Pare de fazer isso agora! 

Assim como as hard skills, as soft skills são de extrema relevância para analisar e contratar bons profissionais. Afinal, técnicas são habilidades treináveis, já as personalidades não. E, por este motivo, as empresas têm prezado por realizar uma boa avaliação de características como boa comunicação, organização e até mesmo o espírito de liderança presentes em cada um dos profissionais.

Startups que não prezam pelas soft skills, erram muito na hora de contratar desenvolvedores.

Employer Branding mal estruturado

Não pensar na sua Startup como uma excelente marca empregadora também é um erro. Principalmente com um mercado tão competitivo como o do setor de Tecnologia, os profissionais precisam ver sua empresa como o lugar em que sonham trabalhar e que se sentirão realizadas profissionalmente ao fazer parte da sua rede de colaboradores. 

Fortalecer seu employer branding é uma ótima maneira de solucionar este gap, e é algo que pode ser feito através do fortalecimento da cultura, otimizando o clima organizacional e fazendo com que os talentos sejam os protagonistas da sua empresa.

Outra estratégia interessante para fortalecer sua marca empregadora é apostar no Inbound Recruiting, assim você consegue fazer com que a cultura organizacional, já fortalecida, seja muito bem difundida no mercado, chegando até o seu público-alvo: pessoas desenvolvedoras em busca de excelentes oportunidades!

Processos seletivos não assertivos

Por último, mas não menos importante, os processos seletivos podem estar fazendo o trabalho contrário na sua empresa e ao invés de atrair candidatos, estão repelindo-os. Esse erro é bem comum entre empresas que querem avaliar demais os candidatos e acabam excedendo um número aceitável de etapas.

Alguns tópicos acima, apontei que as avaliações devem ser completas para que não aconteçam contratações erradas, mas não se confunda: existe uma linha tênue entre avaliações completas e processos seletivos exaustivos e é exatamente neste ponto que muitas empresas se perdem e afastam bons candidatos.

Para resolver isso, é necessário priorizar algumas etapas e desenvolver estratégias capazes de tornar os processos de seleção agradáveis tanto para a empresa como para os candidatos.

O que fazer para não errar mais?

Agora que você já sabe onde está errando, vem a pergunta: o que é preciso fazer para contratar desenvolvedores de forma correta? As soluções nem sempre serão fáceis e muitas exigirão a mudança de uma boa parte das suas estratégias. Mas, você não está sozinho. 

O primeiro passo é reconhecer os erros e isso você já fez. Resta agora não perder mais tempo e, assim, sair na frente nesta corrida por bons talentos. 

E é exatamente para isso que o Marketplace da EZ.devs está aqui. Através do nosso ecossistema, você não vai mais precisar se preocupar com inúmeros processos seletivos, avaliação de hard e soft skills e descrições de vagas completas, pois nós já fizemos tudo isso e cabe à você apenas identificar qual talento do nosso ecossistema é mais alinhado com os propósitos do seu negócio. 
Não pense duas vezes e garanta o melhor lugar na corrida por profissionais da tecnologia entrando em contato conosco!