fbpx

Fit cultural: otimize o processo de recrutamento e seleção da sua empresa

Em uma tradução livre do Inglês, a palavra “fit” significa “encaixe”, “ajuste”, entre outros sinônimos. Portanto, analisando do ponto de vista empresarial, o termo “fit cultural” pode ser entendido como o alinhamento entre o perfil de determinado profissional à cultura de uma empresa. 

Esta é apenas uma breve explicação sobre o termo, que possui diversas vertentes, como quando os times de RH analisam se os candidatos a certas vagas possuem fit para tal. Nesse caso, não necessariamente falamos de cultura, mas das responsabilidades e pré-requisitos necessários para o trabalho estão de acordo com o que a empresa busca ou até mesmo se a vaga é o que estes profissionais esperam para suas carreiras.

Observando dessa forma, podemos entender que é possível um candidato ter os valores alinhados com os da sua startup, mas mesmo assim não possuir fit com a vaga, e vice-versa. Portanto, para garantir que você e os seus candidatos estão seguindo pelo mesmo caminho, é necessário entender além dos conceitos básicos de fit cultural. 

Neste artigo, explicarei um pouco mais sobre a importância do fit cultural para a sua empresa e como ele pode te ajudar a otimizar o processo de recrutamento da sua empresa. Continue a leitura para saber mais!

O que representa o fit cultural em uma organização?

Apesar de já ter apresentado uma breve explicação sobre o significado de fit cultural, é importante entendermos que ele funciona como uma forma de conexão entre o talento e a organização para a qual ele colabora. 

Assim como na nossa vida pessoal, o trabalho também é uma espécie de relacionamento, onde entramos em contato com outras pessoas que, muitas vezes, pensam e agem completamente diferente de nós. Mas, para que tudo funcione de maneira harmoniosa, é preciso que haja o mínimo de identificação entre as partes. Por exemplo, pessoas descontraídas, que gostam de mais liberdade no ambiente de trabalho, dificilmente se sentirão bem em empresas que possuem uma cultura muito rígida, onde os colaboradores têm horários até para ir ao banheiro ou tomar um café. 

O alinhamento de propósitos é o principal motor de transformação das empresas. Ele fará com que seu time de recrutamento e seleção tenha mais assertividade nas contratações, selecionando os profissionais que acreditam realmente naquilo que fazem e, assim, levando o seu negócio a lugares incríveis.

As relações entre os desenvolvedores e as empresas precisam acontecer de forma com que sejam construídos vínculos duradouros. Afinal, nenhum profissional entra em um novo emprego pensando em se desligar depois de poucos meses, como nenhuma empresa deseja contratar funcionários para depois ter que demiti-los.

O match perfeito

O fit cultural em uma empresa, seja ela de qualquer segmento, é a base para a construção desses vínculos entre empregadores e empregados. Consolidar muito bem a cultura organizacional do seu negócio e levá-la em consideração nos recrutamentos e seleções, fará com que você encontre os profissionais mais alinhados com os objetivos da sua empresa, além de ter colaboradores motivados, produtivos e que entregam bons resultados, já que se sentem bem no ambiente em que trabalham. 

Isso é o que chamamos de match perfeito” entre as empresas e os talentos. Quando uma startup prioriza candidatos que acreditam nos mesmos propósitos que os seus, ela está fortalecendo ainda mais a sua cultura e fazendo com que ela seja propagada a outras pessoas pelos próprios colaboradores. Assim, você não tem somente colaboradores engajados, como também melhora seu employer  branding.

Como analisar o fit cultural dos candidatos?

Agora que você já conhece a importância do fit cultural para a geração de bons resultados e a diminuição da taxa de turnover no seu negócio, chegou a hora de dar o pontapé inicial. Por isso, trouxe aqui algumas dicas de como seu time de recrutamento e seleção pode analisar o fit cultural dos talentos. 

Conheça a cultura da sua empresa

Antes de tentar transmitir a sua cultura para aqueles que estão de fora da sua empresa, busque entender o quão clara ela está para os membros que já fazem parte da corporação. 

O primeiro passo para consolidar seus valores, é garantir que eles estejam presentes no dia a dia da empresa. Assim, será muito mais fácil e natural aplicar esta cultura nos seus processos seletivos e, consequentemente, contratar os profissionais exatos. 

O seu time de RH precisa estar preparado para levar esta cultura até as entrevistas, onde provavelmente surgirão dúvidas por parte dos talentos sobre o funcionamento da empresa. Portanto, invista em capacitações, workshops e treinamentos a respeito deste assunto.

Seja transparente e alinhe expectativas

Não há nada pior do que contratar alguém que na verdade não é nada do que aparentou ser na entrevista. Mas, saiba que o contrário também acontece! 

Muitas vezes, os talentos são apresentados à determinada vaga de uma forma e quando chegam à empresa, o ambiente de trabalho ou suas responsabilidades são totalmente diferentes das propostas iniciais. É uma situação frustrante, tanto para os profissionais, como para as startups, que terão que arcar com turnovers que poderiam ser evitados através de uma única palavra: transparência.

Portanto, comece a agir com transparência logo no início, na divulgação das vagas e faça com que nas entrevistas as expectativas, de ambos os lados, sejam alinhadas por completo, para que no futuro não haja nenhum tipo de decepção que poderia ser facilmente evitada. É muito menos doloroso perder candidatos por falta de fit logo no momento da entrevista do que ter que arcar com os prejuízos de uma contratação errada.

Estruture um bom processo seletivo

Processos seletivos exaustivos, que não avaliam exatamente o que os talentos executarão no dia a dia da empresa são um grande problema e um bom processo começa muito antes da primeira avaliação dos candidatos. Isso porque, para conseguir atrair os profissionais exatos, é necessário ter a atenção destes antes de abrir vagas, investindo naquilo que chamamos de marca empregadora.

Então, estude o que o seu time de RH pode executar para fazer com que os processos seletivos sejam, acima de tudo, agregadores para os talentos. A entrevista é um dos momentos mais importantes da grande maioria dos processos seletivos, já que é por ela que conseguimos avaliar o fit cultural. Por isso, garanta que as perguntas são estratégicas e com fundamento para realizar uma boa triagem dos candidatos. Não desperdice este momento!

Invista em feedbacks

Por último, mas não menos importante, é necessário que os recrutadores dêem feedbacks aos candidatos relacionados à cultura da empresa. Se o motivo pelo qual os candidatos não foram aprovados é porque não possuem os valores alinhados com a Startup, seu time deve deixar isso muito claro nos feedbacks. 

Como dito anteriormente, é preciso que os profissionais aprendam com cada processo de seleção que passam, e eles só aprenderão se souberem exatamente onde erraram. Enviar feedbacks com os pontos positivos e negativos da entrevista e do processo como um todo, será muito importante para que os talentos evoluam e possam conseguir boas oportunidades no futuro, além de demonstrar que sua empresa é humanizada.

Agora você e seu time de RH  já sabem por onde começar! Para aqueles que buscam mais conteúdos sobre recrutamento e seleção em tecnologia, não deixem de conferir nossos outros artigos aqui.
E, se você está buscando uma maneira mais fácil e rápida de trabalhar com os talentos mais alinhados com os propósitos do seu negócio, nosso Marketplace pode te ajudar. Basta entrar em contato!