5 desafios que todo líder técnico enfrenta e como superá-los

Gestão

Saber e reconhecer os desafios que todo líder técnico enfrenta pode ser o primeiro passo para a superação dessas dificuldades. Como todo cargo de liderança exige, um bom CTO precisa de algumas habilidades de gestão de equipe que podem dar bons resultados se forem implementadas da maneira correta. Além de ter a parte técnica refinada, o profissional precisa ser comunicativo e ter uma visão estratégia de projetos.

Pensando nas dificuldades que alguns CTOs podem enfrentar com suas equipes de desenvolvimento, nós preparamos um artigo que detalha os cinco desafios que todo líder técnico enfrenta e como é possível superá-los. Confira nas linhas a seguir.

Criação de equipes de alto desempenho

Um dos principais desafios que todo líder técnico enfrenta é construir uma equipe de alto desempenho. Isso porque, grande parte dos profissionais dessa área não possuem conhecimento tão aprofundado sobre gestão de pessoas e isso se torna um problema pois muitas empresas buscam CTOs que tenham habilidades sociais e que sejam eficazes no gerenciamento de equipe.

Atualmente, outro fator que dificulta ainda mais o trabalho de um líder técnico, é o gerenciamento de equipes remotas. Com a normalização do regime home office, uma das principais dúvidas que surgem é como criar uma unidade coesa, produtiva e que ande na mesma direção, quando você não tem aquele contato humano regular.

É aí que entra um possível diferencial de um líder técnico pois o profissional que se especializar nesse tipo de gerenciamento vai se destacar no mercado da tecnologia. Um bom passo para enfrentar esse desafio é definir metas claras e objetivas para seu time, utilizar ferramentas para gerenciamento de tarefas e também organizar cronogramas bem elaborados para que sua gestão seja simplificada.

Além disso, é super importante saber contratar profissionais. Esteja atento se o profissional se adequa ou não ao fit cultural do seu time, e inclua sua equipe no processo de entrevista. Contratar funcionários apenas pelas suas habilidade técnicas pode ser um problema se o clima no ambiente de trabalho for comprometido por algum profissional sem fit, o que diminui as chances de sucesso em seus projetos.

Gerenciamento de processos

Como dito anteriormente, gerenciar os processos dos seus projetos também é um grande desafio para qualquer líder técnico. Saber quais ferramentas utilizar, quais metodologias implementar e qual a forma mais ágil e eficaz de se trabalhar é super importante para o desenvolvimento das suas demandas.

Dentre as principais funções de um CTO está a prática de supervisionar o desenvolvimento dos projetos e garantir que os fluxos sejam operados de forma correta e coerente. Atualmente existem inúmeras maneiras ágeis e estratégias funcionais para aplicação na sua equipe de desenvolvimento de software, porém, todas elas dependem muito do material humano presente no seu time. Por isso, geralmente, grande parte dos líderes técnicos preferem por criar as operações e os procedimentos quase que do zero, selecionar o que pode ser útil implementar de acordo com os profissionais disponíveis na equipe.

Essa escolha pode trazer bons resultados, mas também é importante ficar de olho. Por ser um processo mais demorado, caso seu negócio esteja em crescimento e necessite de mudanças mais rápidas, isso pode comprometer o resultado final dos produtos.

Gerenciamento de crises

Outro desafio recorrente no mundo da tecnologia é saber gerenciar possíveis crises internas. Por se tratar de uma liderança técnica, cabe a você apresentar soluções para problemas tanto no desenvolvimento quanto nas relações da sua equipe. É super importante que seu time esteja o mais alinhado possível em relação às ideias que precisam entrar em prática para que conflitos de interesse não aconteçam.

Além disso, as crises de estresse e de ansiedade também podem te afetar. O esgotamento psicológico é comum em alguns momentos de determinados projetos, principalmente quando o prazo de entrega aperta e as sprints começam a durar mais do que deveria inicialmente. Por isso, é importante tomar cuidado e saber seu limite, para que sua liderança esteja presente para os profissionais que atuam no andamento do projeto, já que o estresse pode aumentar rapidamente e afetar sua produtividade, seu desempenho e suas habilidades de tomada de decisão.

Ter uma comunicação eficiente

Um dos pilares para qualquer equipe de desenvolvimento é a boa comunicação. Esse ponto é super importante pois uma comunicação eficiente garante que todas as dúvidas sejam sanadas e que o projeto aconteça de forma transparente e objetiva. Se os líderes técnicos não conseguem se comunicar de forma clara e eficaz aos membros de sua equipe sobre o que precisa ser produzido, o resultado final pode não ser o esperado.

Aprender a ouvir e permitir que outros expressem suas opiniões é fundamental para que os problemas deixem de existir. Se sua equipe souber que suas opiniões são levadas em consideração, eles estarão mais dispostos a apoiar uma decisão, mesmo que inicialmente tenham sido contra. Além disso, fale com clareza, consistência e transparência em toda a empresa.

Saiba dar feedbacks

A prática de se realizar feedbacks para sua equipe de desenvolvimento pode parecer inocente mas, se feita de forma errada, pode atrapalhar toda sua equipe. São nos feedbacks que sua time consegue entender onde estão acertando, errando e até mesmo como o seu comportamento, como líder, pode ser interpretado por outras pessoas. Uma vantagem dessa prática é criar um clima mais agradável no ambiente de trabalho por conta dessa comunicação mais transparente entre CTO e dev.

Dentro da gestão de TI, essa prática contribui para a melhoria do desempenho dos times e evita possíveis ruídos na comunicação e amarra possíveis pontas soltas. Ao realizar repasses, o gestor consegue mostrar que está disposto em resolver os problemas e disponível para sanar dúvidas, já que o capital humano de uma empresa é o que se tem de mais importante para a entrega de bons resultados e, consequentemente, a evolução no mercado.

Saber dar feedback positivos e críticos é fundamental para cargos de liderança e essa prática exige o cumprimento de algumas normas para ser assertiva. A primeira delas é realizar esses repasses o mais rápido possível após a ação de um profissional no ambiente de trabalho. Seja de forma positiva ou crítica, é super importante que o gestor não perca o timing e aja rapidamente.

Além disso, escolha bem o local em que você realizará os feedbacks. Para feedbacks positivos, estar com toda a equipe presente pode ser um motivacional a mais para seu desenvolvedor, já que o trabalho dele poderá ser reconhecido pelo time todo. Já para feedbacks críticos, escolha conversar individualmente com o profissional em questão. Saber como contextualizar uma situação e apresentar os problemas de forma pouco agressiva e intimidadora pode aumentar o desempenho do profissional e a motivação do mesmo em melhorar alguns aspectos.