Agilidade, tecnologia e criatividade são essenciais na bagagem de um dev

Nem só de códigos vive um programador, e você já deve ter observado por aí que grande parte das oportunidades interessantes para talentos de tecnologia, exigem algumas skills que abrangem outras áreas do conhecimento além da TI.

Ter um mindset ágil é dever de todo e qualquer profissional que deseja trabalhar em um time de alta performance e desenvolver projetos inovadores. Mas, o que muitos ainda não sabem é que, além de conhecer sobre desenvolvimento ágil de software, talentos que desejam ganhar destaque no mercado também precisam contar com a criatividade.

Pensando nisso, este conteúdo surge para te mostrar que é possível sim, colocar agilidade, tecnologia e criatividade na mesma bagagem e, desta forma, melhorar seu desempenho como pessoa desenvolvedora e conquistar oportunidades ainda mais incríveis na TI.

Vamos te contar o que ninguém te conta sobre as pessoas criativas. Siga a leitura para saber mais!

O que é criatividade e o que ela tem a ver com tecnologia

Nesse momento, você se pergunta se a criatividade não é um dom, ou uma característica inata de alguns seres humanos. Muitos de nós associamos, em algum momento da nossa vida, a criatividade à expressões artísticas, mas ela não se limita a isso. 

De acordo com estudos científicos, mais especificamente o artigo Reflexões sobre o conceito de criatividade: sua relação com a biologia do conhecer, o conceito de criatividade descreve tanto expressões artísticas como inovações tecnológicas. Além de apontar que esta é uma característica inerente de todos os seres humanos, já que é definida como o conjunto de capacidades que possibilitam que as pessoas se comportem e se adaptem a diversos contextos.

Em outras palavras, podemos interpretar a criatividade como aquilo que nos permite observar a realidade através de uma nova perspectiva e, a partir disso, desenvolver soluções inovadoras e úteis para o nosso cotidiano em sociedade. Analisando desta forma, fica bem mais fácil entender porque tecnologia e criatividade devem andar sempre juntas, já que a inovação é um dos pilares mais importantes do mercado de TI. 

Desenvolvedores que desejam se destacar na TI e estar em oportunidades com um grande propósito, desde os recém chegados ao mercado de trabalho até aqueles que já almejam cargos de liderança, devem saber unir o desenvolvimento ágil de software à criatividade para pensar em soluções que nunca sequer passaram pela mente de alguém. 

A princípio, tudo parece difícil de ser feito, mas o segredo encontra-se em poucas palavras: método, prática e rotina.

Agilidade e criatividade andam juntas

Ser ágil e criativo ao mesmo tempo… O que é isso? Um filme? Uma dúvida comum entre profissionais de tecnologia é se existe abertura para desenvolver a criatividade estando em um time ágil, como uma squad, por exemplo. A verdade é que não só é possível, como é algo que deve ser colocado em prática sempre que possível. 

A pesquisadora e professora da Universidade de Harvard (EUA), Linda Hill, aponta que a inovação nos negócios vem a partir do desenvolvimento de três capacidades: abrasão criativa, agilidade criativa e resolução criativa. Para o tema deste conteúdo, que tem como foco principal o seu desenvolvimento profissional, vamos focar na definição da segunda capacidade, a agilidade criativa. 

De acordo com a professora de negócios, a agilidade criativa pode ser definida como a capacidade de um indivíduo de testar e aprimorar novas ideias de forma ágil e rápida. Na prática, estes processos têm muito mais foco nas ações do que nos planejamentos perfeitos. A ideia aqui é experimentar! Afinal, por mais que um experimento não gere nenhum resultado positivo, você terá aprendido algo e, a partir de então, aumenta o seu repertório de ideias. 

Este estudo é um ótimo parâmetro para entendermos o quanto é importante que tecnologia e criatividade andem juntas e, o cenário só tende a melhorar quando conseguimos adicionar todos nossos conhecimentos sobre agile nesta bagagem.

Colocando tudo em prática no desenvolvimento

Colocar tudo isso em prática no dia a dia, estando em um time ágil, pode parecer complicado. Mas, exercitar a criatividade se torna muito mais simples quando adentramos uma rotina, mudamos alguns hábitos e encontramos métodos eficazes. 

Abaixo, você encontrará um norte para entender melhor como é possível unir tecnologia e criatividade no seu dia a dia como desenvolvedor. 

Design Thinking

Quando falamos em métodos que podem auxiliar no exercício da criatividade durante a rotina de trabalho, um dos mais interessantes é o Design Thinking, estratégia proveniente (como o próprio nome já sugere) do mundo do Design, mas que é muito utilizada por profissionais da tecnologia, incluindo desenvolvedores. 

A ideia principal por trás desta metodologia consiste na implementação de um mindset bem estruturado, um processo criativo de cinco etapas. Dessa forma, todas as demandas que surgirem, deverão passar por todas estas fases, que são: 

  • Imersão: Momento de contextualizar a demanda para poder pensar em soluções. É nesta hora em que você deve observar todos os cenários que envolvem a situação problema, realizar pesquisas e coletar todo o tipo de material que pode te ajudar na próxima etapa
  • Ideação: A segunda fase consiste em colocar todas as ideias no papel. Esta é a hora de realizar brainstormings, expor as informações e aprendizados coletados na primeira fase.
  • Prototipagem: Etapa destinada para que você refine as ideias, selecione o que for relevante para desenvolver as soluções e construa um esboço, um protótipo, do projeto, da solução ou de qualquer outra criação na qual está trabalhando. 
  • Desenvolvimento: Momento de construção, onde você se baseará nas fases anteriores para, enfim, construir tudo o que foi idealizado.
  • Implementação: Depois de desenvolvido, testado e com todos os erros reparados, é hora de colocar o projeto em funcionamento!

Em todas estas etapas, é possível contar com o auxílio de outras técnicas utilizadas em diversas áreas do conhecimento, como os brainstormings (chuva de ideias), os mapas mentais e até mesmo adotar algum método de organização como o Kanban.

Agora ficou muito mais fácil trabalhar com a criatividade no dia a dia, não é mesmo? Anote as dicas e coloque tudo em prática, tenho certeza que boas oportunidades em tecnologia vão bater à sua porta!

Camila
Último artigo
Alto turnover: porque a rotatividade é tão presente em times tech?
Próximo artigo
Tech lead: será mesmo que este cargo é para você?