Começando uma API REST com Node.JS Parte 3

Tecnologia

Faala galera, demorei mas voltei com a parte 3 do artigo de como fazer uma API com nodeJs!

Mas antes caso não tenham visto a part 1 e part2, da um conferida.

Nossa API já está acessando o banco de dados mongo e agora vamos implementar autenticação JWT para adicionarmos um passo de segurança.

Esse tipo de autenticação é muito comum e é usada para que apenas pessoas autorizadas acessem nossos métodos da API.

O que é o JWT? (JSON Web Tokens)

JWT é uma string codificada que será usada como chave para concluir uma requisição à nossa API.

Toda requisição feita para nossa API o token será validado, permitindo ou não que a transação seja concluída com sucesso.

Esse token é formado por alguns dados criptografados e uma chave privada, que será usada para validar.

Não é indicado que se salve dados sensíveis nesse token, por mais que ele seja criptografado, é possível reverter essa criptografia e assim ler os dados ali contidos.

Leia mais sobre JWT aqui.

Implementando autenticação JWT

Como nossos usuários não tem senha no banco, vamos começar por isso e adicionar uma senha para eles.

Para facilitar, essa é a senha 123456 criptografada 16fd10090c85fadf1e2413980214b135fafa0169ded1939004ecc4e17dc31b77

Vamos dar um update em nossos usuários e adicionar o campo senha.

Não se esqueçam de atualizar a model de usuário com esse novo campo!

Também alterei o método de criar usuário, para criar com a senha criptografada:

const crypto = require('crypto');
const secret = 'minhastringdeseguranca101010';
 
exports.post = async (req, res, next) => {
   const hash = crypto.createHmac('sha256', secret)
       .update(req.body.senha)
       .digest('hex');
   const usuario = await UsuarioModel.create({
       ...req.body,
       senha: hash
   });
   res.status(200).send(usuario);
};
npm install jsonwebtoken

Criaremos uma pasta em src, chamada Middleware, e dentro dela um arquivo Auth.js

Powered by Rock Convert
const jwt = require('jsonwebtoken');
const secret = 'minhastringdeseguranca101010';
 
exports.auth = (req, res, next) => {
 const token = req.headers['authorization'];
 if (!token) return res.status(401).send({ auth: false, message: 'Essa rota requer autenticação.' });
  jwt.verify(token, secret, function(err, decoded) {
   if (err) return res.status(500).send({ auth: false, message: 'Token não autorizado.' });
  
   req.currentUser = decoded.userId;
   next();
 });
}

Nesse método vamos pegar o valor de authorization do header e validar ele com a biblioteca do JWT.

Criamos também um controller para fazer o login, AuthController.js

Notem que estou utilizando uma lib chamada crypto, ela vem junto com o node, não precisa de instalação.

const UsuarioModel = require('../Models/Usuario');
const crypto = require('crypto');
const jwt = require('jsonwebtoken');
const secret = 'minhastringdeseguranca101010';
 
exports.login = async (req, res, next) => {
   const { senha, nome } = req.body;
   const hash = crypto.createHmac('sha256', secret)
       .update(senha)
       .digest('hex');
  
   const usuario = await UsuarioModel.findOne({ nome, senha: hash });
   if (usuario) {
       const token = jwt.sign({ userId: usuario._id }, secret);
       res.send({auth: true, token})
   } else {
       res.status(401).send({ auth: false, error: 'Nome ou senha inválidos.' })
   }
};

Adicionamos uma rota para o login: AuthRoute.js

const AuthController = require('../Controllers/AuthController');
 
module.exports = (app) => {
   app.post('/login', AuthController.login);
}

E puxamos ela no Routes/index.js

const UsuarioRoute = require('./UsuarioRoute');
const AuthRoute = require('./AuthRoute');
 
module.exports = (app) => {
   UsuarioRoute(app);
   AuthRoute(app);
}

Precisamos alterar nosso arquivo de rotas do usuário para adicionar o middleware que criamos logo acima:

const UsuarioController = require('../Controllers/UsuarioController');
const auth = require('../Middleware/Auth').auth;
 
module.exports = (app) => {
   app.post('/usuario', auth, UsuarioController.post);
   app.put('/usuario/:id', auth, UsuarioController.put);
   app.delete('/usuario/:id', auth, UsuarioController.delete);
   app.get('/usuarios', auth, UsuarioController.get);
   app.get('/usuario/:id', auth, UsuarioController.getById);
}

Pronto! Bem simples, não? Vamos testar!

Se tentarmos acessar nossa rota de get /usuarios vamos receber a seguinte mensagem:

Muito bom! Agora vamos fazer o login: O usuário que temos é “Mariana” e a senha “123456”.

Veja que me retornou o token, é isso que vamos usar para fazer as próximas requisições agora.

Voltando pra requisição em usuários, vamos adicionar um parâmetro no header: Authorization, com o valor do token que recebemos quando fizemos o login.

Veja que agora ele retorna os dados, completando a minha requisição.

E assim implementamos com sucesso um esquema de autenticação em nossa API! 

*Para uma melhor segurança, o ideal é usar um arquivo .env para salvar o valor da nossa variável secret

Até um próximo artigo 🙂