Desenvolvedor home office: saiba como gerir e ter um bom resultado

Gestão

Trabalhar com desenvolvedor home office pode ser um grande desafio para as empresas atualmente. Não ter contato presencial sobre o colaborador e não saber se o mesmo está ou não produzindo, entender o que precisa ser feito é um dos principais desafios e dúvidas que surgem na gestão de uma equipe. Principalmente em times maiores, não fazer uma gestão bem feita pode comprometer a produção e trazer uma série de problemas na entrega final de um produto.

Porém, mesmo com essas dificuldades, ter desenvolvedores em home office pode trazer uma série de benefícios que ajudarão no crescimento da sua empresa se alguns passos de gerenciamento forem tomados. 

Com o trabalho home office você reduzirá os custos da sua empresa, pode ter os melhores desenvolvedores do mercado atuando de qualquer lugar do mundo.

Quer saber mais sobre como gerenciar um desenvolvedor home office e quais práticas precisam ser feitas para melhorar o engajamento do seu time? Confira nas linhas a seguir!

Benefícios de se ter um desenvolvedor home office

Antes de apresentar alguns pontos sobre gestão, é importante saber que a presença de um desenvolvedor home office em sua equipe possui uma série de benefícios. O primeiro deles é a facilidade maior de contratação já que você pode ter um profissional especialista no assunto de qualquer canto do mundo. Desta forma, você aumenta seu leque de opções e não fica restrito a profissionais da cidade onde fica a sede do seu negócio.

Além disso, com um desenvolvedor atuando no seu negócio de forma remota você deixa de ter alguns custos como alocação de espaço físico. Outro benefício interessante é a facilidade com que o desenvolvedor pode realizar seu trabalho. Em home office, o conforto de sua casa pode aumentar a produtividade do seu time, caso o profissional tenha uma rotina dedicada a realizar suas obrigações no tempo necessário.

Além disso, o estresse é menor, principalmente em metrópoles onde o caminho para o trabalho pode ser caótico por conta do trânsito. No final, a taxa de turnover da sua empresa tende a cair.

Desafios na gestão de um desenvolvedor home office

Entrando na questão dos desafios que o gestor de uma equipe em home office pode encontrar, alinhar o foco dos desenvolvedores para que todos estejam trabalhando organizadamente pode ser um dos principais. Isso se dá muito em razão da falta de convivência entre os profissionais e também pelas rotinas de cada um. Coordenar uma equipe com membros que possuem perfil de trabalhar de maneiras diferentes pode ser complicado, por isso, é importante organizar cronogramas bem elaborados para que sua gestão seja simplificada.

Além disso, muitos gestores têm dificuldade em delegar funções e tarefas com autonomia aos desenvolvedores muito por conta da falta de supervisão no trabalho. A confiança no profissional antes era construída presencialmente, e com o trabalho home office precisa ser desenvolvida aos poucos.

Outros desafios enfrentados nesse tipo de trabalho podem envolver a baixa produtividade do desenvolvedor, possível a falta de organização da equipe e também o baixo pertencimento dos devs em relação à empresa. Esse último ponto é muito em razão do pouco contato diário entre os profissionais.

Sobre a organização de trabalho, um bom passo para enfrentar esse desafio é definir metas claras e objetivas para seu time. Atualmente, existem diversas ferramentas para gerenciamento de tarefas como Trello e Slack que auxiliam na comunicação interna da equipe e facilitam o trabalho do gestor diariamente.

Quais as melhores práticas para se ter um bom resultado?

Dentre as metodologias utilizadas atualmente, existem algumas que podem ser priorizadas pois estão entre as que geram mais resultados nas empresas de tecnologia. A primeira delas é usar e abusar dos sprints de desenvolvimento. Dividindo suas metas em períodos de tempo mais curtos, de 1 a 4 semanas, você consegue gerenciar melhor sua equipe de desenvolvedores home office. Esse intervalo de tempo é o recomendado pois sprints mais longos são mais difíceis de serem planejados e podem deixar sua equipe menos produtiva.

Com menos tempo para desenvolvimento das features, os desenvolvedores conseguem manter um foco maior na produção e finalização do que foi pedido no backlog. Outra dica bastante interessante é planejar check-ins regulares dentro dos sprints de desenvolvimento.

Com reuniões diárias entre a equipe de desenvolvedores, os devs se tornam mais responsáveis por aquilo que estão produzindo de casa e ajudam a resolver problemas mais rapidamente. Nesse encontro virtual, cada membro do time relata o que foi feito do dia anterior e o que será produzido hoje. Além disso, é importante deixar claro também quais foram os principais desafios e dificuldades encontradas na realização do projeto até aqui.

Ainda em relação ao Scrum e aos sprints de desenvolvimento, é importante também realizar retrospectivas sobre o andamento daquele período de trabalho. Pelos desenvolvedores estarem trabalhando em home office, a comunicação entre a equipe tende a ser pior do que o trabalho em conjunto presencialmente. Por conta disso, reunir todo o time e discutir quais foram os pontos positivos e negativos de cada sprint pode aumentar a produtividade da sua empresa futuramente.

Além disso, é importante sempre ser transparente e sincero sobre quais os principais problemas enfrentados. Assim, a equipe pode se reorganizar e corrigir os erros enquanto há tempo.