Economizar na empresa: até onde posso cortar despesas?

Negócios

O que você faz para economizar na empresa? Hoje, companhias de todo o mundo estão investindo em estratégias para reduzir custos e criar um ambiente de negócios mais saudável e econômico.

A busca por uma cadeia operacional com baixo custo é algo fundamental. Bem estruturada, ela pode garantir a capacidade de a companhia ter boas receitas, evitar o desperdício de recursos e garantir um alto nível de competitividade.

Para lhe ajudar a economizar na empresa, preparamos o post abaixo. Continue a leitura e veja as áreas em que os cortes são necessários e quais são os gastos estratégicos de qualquer companhia!

Como economizar na empresa?

Atualmente o mercado tem diversas estratégias para economizar no ambiente corporativo. Elas foram estruturadas para manter o negócio eficiente sem comprometer a sua estrutura operacional. Confira as principais abaixo!

Digitalize os documentos 

A digitalização de rotinas pode ser a “chave” para o negócio reduzir o uso de papel e impressos. A implementação desse tipo de estratégia, aliás, não deve ser vista apenas como um meio de diminuir os gastos, mas também de garantir que o negócio seja mais sustentável.

Portanto, invista em meios para otimizar o uso de documentos digitais. Adote contratos virtuais com o apoio de certificados digitais. Além disso, implemente uma plataforma de cloud storage. Assim, documentos importantes poderão ser compartilhados entre as equipes de modo mais seguro e controlado.

Melhore as rotinas fiscais e tributárias

As rotinas fiscais e tributárias tem um grande impacto no orçamento do negócio. Complexas e em constante mudança, elas são uma parte fundamental do ambiente administrativo. Contudo, se bem cuidadas, elas também podem auxiliar o gestor a economizar na empresa.

Para tanto, revise despesas e o modo como os tributos são pagos. Também invista em uma ferramenta de gestão. Dessa forma, é possível evitar erros, atrasos no pagamento de tributos e outras situações que levam a gastos que poderiam ser evitados.

Otimize as atividades

Garanta que o fluxo operacional interno seja o mais eficaz possível. Essa é uma das formas mais simples e inteligentes de economizar na empresa.

Trabalhe lado a lado com os líderes de cada setor para definir uma estrutura operacional eficiente, com maior nível de integração e etapas estruturadas em busca do menor nível possível de gargalos. Corte burocracias e dê mais autonomia para os seus profissionais. Com isso, o negócio poderá agir rapidamente sempre que uma nova demanda for feita por clientes e parceiros comerciais.

Revise os contratos

Toda empresa tem parceiros comerciais que auxiliam na execução de rotinas. Mas, conforme a sua demanda muda, é importante revisar os contratos e garantir uma redução dos custos operacionais.

Os prestadores de serviços diretos, ou seja, as empresas de outsourcing e consultoria, devem ter o contrato revisto regularmente. Para isso, avalie as demandas e objetivos internos da companhia e compare os dados levantados com os contratos atuais. Executando uma revisão completa sobre esses fatores, você conseguirá adaptar os contratos para o futuro da empresa e, com isso, evitar problemas.

Já organizações que prestam serviços indiretos, como as de telefonia, podem ter os seus contratos gerenciados com o apoio de uma ferramenta própria. Um sistema de gestão de telecom, por exemplo, é uma solução que centraliza os gastos da companhia com telefone e internet. Assim, o gestor tem meios para identificar rapidamente desperdícios, pontos que podem ser revistos nos contratos e áreas com gastos excessivos.

Quais são os limites para cortes de gastos?

Apesar de as estratégias para economizar serem extremamente necessárias, há um limite para os cortes de gastos. Em geral, eles devem parar no ponto em que a queda de custo prejudicará a prestação de serviços e colocará a companhia em uma posição menos competitiva no mercado. Entre os pontos que devem ser considerados investimentos estratégicos podemos apontar:

Uso da tecnologia

Como apontamos acima, a TI é uma área da empresa que não só contribui para cortar gastos no ambiente corporativo, mas também auxilia o gestor a ter mais competitividade e inovação. No cenário atual, aliás, é crucial que a tecnologia seja vista como um investimento estratégico.

A transformação digital criou um ambiente comercial mais ágil e flexível. Diante disso, as empresas devem realizar investimentos pesados em novas tendências de TI, como o Big Data e a Internet das Coisas. Dessa forma, o negócio pode adotar um posicionamento mais inteligente e alinhado com as demandas dos consumidores.

Treinamento de times

O treinamento de times auxilia o negócio a otimizar rotinas, garantir um nível uniforme de qualidade para os processos internos e a integrar novas soluções. Ele também é fundamental para o negócio evitar a perpetuação de más práticas operacionais e atualizar os conhecimentos das equipes.

Portanto, cursos, palestras e treinamentos devem ser vistos como um investimento estratégico. Eles auxiliam a companhia a manter os conhecimentos de todas as equipes alinhados, evitar falhas na prestação de serviços e garantir um nível de desempenho operacional elevado.

Estratégias para otimizar serviços

As estratégias que contribuem para a otimização de serviços também devem ser consideradas pelo negócio. Ou seja, projetos que garantem um maior nível de qualidade e um fluxo de trabalho com mais aproveitamento dos recursos sempre serão um bom investimento.

Portanto, não deixe de investir em projetos com alto potencial de retorno. Sempre avalie o impacto que eles terão nos gastos da companhia e direcione recursos com inteligência para a sua realização. Fazendo isso, a empresa poderá garantir que os seus times terão os meios necessários para encontrar soluções inovadoras para as demandas de clientes.

Qual a importância de uma boa gestão orçamentária?

O modo como a companhia gerencia os seus recursos financeiros é crucial para manter a empresa sustentável. Evitar gastos desnecessários, realizar bons investimentos e ter um fluxo de gastos inteligente permite que o negócio tenha a capacidade de ser lucrativo, mas também de responder rapidamente às mudanças de mercado e realizar bons investimentos.

Para quem busca novas formas de economizar na empresa, a gestão orçamentária também é importante. Sendo bem executada, o gestor saberá quais são os gastos com maior potencial e, ao mesmo tempo, os pontos que podem ser otimizados. Assim, a companhia se manterá lucrativa e com a capacidade de criar novas soluções para o seu público-alvo.

Gostou das dicas? Para acompanhar mais conteúdos como este, siga nossas páginas no LinkedIn, Instagram e Facebook!

]]>

Sobre o Autor

mm

Gabriel Malinosqui

Apaixonado por empreendedorismo e tecnologia.
Atualmente atuo como CEO na ez.devs e ajudo a empresas construirem seus produtos digitais

Entre com seus dados para a ligação.