Como se preparar para uma entrevista técnica de emprego

Saiba quais são os itens essenciais para mandar bem em entrevistas tech e aumente suas chances de sucesso em todos os processos seletivos.

A imagem mostra cinco homens saltando felizes nos corredores de uma empresa, comemorando o sucesso em uma entrevista técnica

Se preparar para alguma entrevista técnica para ocupar um cargo de tecnologia pode ser no mínimo complicado para algumas determinadas vagas. Para os novatos na área, essa complexidade tende a ser ainda maior, devido a falta de experiência técnica e até mesmo falta de conhecimento de como esta etapa do processo funciona.

Mas não se desespere! Existem algumas maneiras de driblar os desafios desta etapa dos processos seletivos. Depois de ler este artigo, você saberá quais são os itens essenciais para mandar bem em seleções para qualquer carreira na área de TI e que, se seguidos, podem aumentar sua chance de sucesso em conquistar aquela sonhada vaga, seja ela qual for!

Então, fique ligado, pois as dicas que separei realmente farão a diferença na sua carreira. É importante lembrar também que elas são baseadas no processo seletivo do nosso ecossistema. Ou seja, candidatos que chegam com pelo menos alguns dos pontos citados, têm maiores chances de se preparar corretamente para uma entrevista técnica.

Inclusive, depois de ler esse artigo, cadastre-se em nossa plataforma, quem sabe não tem alguma oportunidade que te interessa?

Entrevista técnica? O que é isso?

Como o próprio nome já sugere uma definição, as entrevistas técnicas consistem em uma etapa do processo de recrutamento e seleção de tecnologia na qual os recrutadores avaliam as hard skills dos candidatos.

Enquanto as entrevistas de comportamento avaliam o alinhamento (fit) cultural entre as empresas e os candidatos, as entrevistas técnicas são dedicadas à verificação do fit com a oportunidade em relação ao nível técnico exigido e o conhecimento dos talentos.

Essa parte do processo seletivo é fundamental para identificar qual o nível de experiência em determinada tecnologia o candidato possui. Além disso, também pode funcionar para avaliar o nível de comprometimento do candidato em aceitar novos desafios.

Tipos de entrevistas técnicas

Pois é, engana-se quem pensa que só existe um tipo de entrevista técnica no multiverso da TI. As entrevistas técnicas são um tanto quanto complexas de serem estruturadas pelos times de RH e, por isso, podem variar de acordo com o recrutador e com o cargo em questão. 

Com essas informações em mente, você já deve imaginar que é interessante que um talentos conheça ao menos alguns tipos de avaliações técnicas para não ter surpresas na hora das seleções.

Para te ajudar nesta missão, elencamos os principais modelos de entrevistas ou avaliações técnicas abaixo:

Entrevistas

Assim como na fase de análise comportamental, alguns processos seletivos contam com uma entrevista técnica propriamente dita, onde o recrutador ou avaliador inicia uma conversa a respeito de tecnologias específicas da vaga. A depender do seu nível de senioridade e cargo a ser ocupado, neste bate-papo também podem estar presentes algumas questões sobre gerenciamento de equipes e projetos, entre outras habilidades necessárias para o seu dia a dia na empresa.

Testes técnicos e desafios

Outra forma de avaliar o conhecimento técnico dos talentos é através de testes técnicos específicos, como code review, whiteboard, questionários e até mesmo bootcamps. Estes testes podem funcionar de forma síncrona (como em uma video-chamada, por exemplo) ou assíncrona (quando você recebe as instruções para realizar o teste e pode executá-lo no momento em que julgar melhor).

Estes são os modelos de entrevistas e testes técnicos mais aplicados por negócios do Brasil e do exterior, mas cada empresa é livre para implementar o que faz mais sentido para a seleção.  O que você precisa realmente entender é que, seja qual for a forma de avaliação técnica a ser enfrentada, é necessário ficar atento sobre a forma com que as suas habilidades são analisadas, para não perder tempo realizando inúmeros testes e entrevistas que não comprovam suas habilidades da forma que deveriam. 

 

Nem sempre as empresas adotam as melhores estratégias e, com isso, diversos candidatos acabam desistindo dos processos. Inclusive, se você já está há um tempo na carreira de desenvolvimento, arrisco dizer que já teve que realizar ao menos um teste técnico sem sentido em algum processo seletivo por aí.

Por isso, é sempre importante conhecer os caminhos nos quais você pretende adentrar e, assim, conseguir identificar quando uma entrevista ou teste técnico está fazendo você perder tempo ao invés de realmente avaliar as competências que serão exigidas no seu dia a dia em um projeto.

Ah, e caso você seja uma pessoa programadora, tem um artigo específico para você mandar bem nas entrevistas, basta conferí-lo aqui.

Como se preparar para uma entrevista tech

Após entender como funcionam as entrevistas técnicas, é o momento de se preparar para enfrentá-las. Para te auxiliar nesta etapa, separamos 3 dicas do que você deve fazer antes desta etapa de avaliação. Confira:

1. Conheça a empresa e a vaga em questão

O primeiro passo para se sair bem em uma entrevista técnica é conhecer a fundo para qual vaga você está se candidatando. Pode parecer exagero, mas uma das coisas que acontecem frequentemente em nosso processo é o profissional se candidatar à vaga sem possuir currículo relacionado à área, simplesmente porque não leu a descrição inteira do anúncio.

Além disso, é importante conhecer muito bem a empresa onde você vai realizar a entrevista. Procure informações complementares em redes sociais e no seu próprio site sobre quais tecnologias a empresa trabalha com maior frequência, quais as áreas de atuação, seus valores e também qual a sua missão. Esse tipo de estudo prévio é importante para que o candidato chegue preparado para responder possíveis perguntas do recrutador, e também para interagir durante a entrevista, puxando assunto e até debatendo alguns pontos técnicos.

Após o estudo prévio é importante também que o candidato tire todas as suas dúvidas sobre a vaga, como é a rotina de trabalho daquela empresa e se aquela vaga faz parte ou não do seu fit cultural. Isso demonstra interesse e pode te fazer ganhar alguns pontos durante o processo seletivo

Está procurando por oportunidades em JavaScript? Preparamos um artigo específico para aqueles que querem trabalhar com esta tecnologia, e você pode conferí-lo clicando aqui.

2. Mantenha suas informações atualizadas para a entrevista

Outra dica bastante importante é manter seus endereços de contato, currículo e portfólio sempre bem atualizados. O LinkedIn e o GitHub são duas plataformas essenciais para que a empresa encontre você em meio a tantos profissionais de tecnologia. 

Ao deixar todas as suas informações bem organizadas, com as experiências prévias corretas e com suas habilidades evidenciadas, você aumenta muito suas chances de pelo menos ser chamado para uma entrevista técnica.

Além disso, essas atualizações em seu portfólio demonstram ao entrevistador que você está em constante evolução e que tem vontade de aprender. 

Caso mencione algum projeto em que atuou, siga uma linha de raciocínio dizendo qual foi a metodologia utilizada, como foi a solução de problemas e quais foram os passos para a finalização do projeto. É importante que você entenda tudo (ou quase tudo, pelo menos) sobre os projetos que trabalhou e os motivos pelos quais adotou determinada tecnologia ou estratégia de desenvolvimento, pois isso pode ser questionado pelo recrutador.

Ser proativo durante a entrevista também é uma das skills mais importantes para conseguir a desejada vaga.

3. Sempre seja sincero e transparente

Um ponto muito importante, pode parecer óbvio, mas sempre é bom frisar. Seja sempre sincero em relação às suas habilidades e experiências, caso o entrevistador pergunte algo que você não saiba, fale a verdade. 

Com o avanço rápido da tecnologia, novas linguagens surgem constantemente e é muito difícil que o profissional saiba de tudo. Porém, é importante frisar que não possui determinado conhecimento técnico caso seja perguntado durante a entrevista, pois é melhor você perder uma oportunidade do que entrar em uma empresa contando mentiras. 

Outra dica fundamental é não preencher seu currículo ou perfil no LinkedIn com uma linguagem ou tecnologia que você não possua conhecimento técnico avançado. Pois durante o processo, o recrutador pode perceber que seu perfil não é o adequado para a vaga.

Para se sair bem caso o recrutador cobre algo que você não sabe, mostre à ele que, por agora, você pode não ter conhecimento suficiente sobre determinado assunto, mas que está sempre disposto a aprender, caso eles tenham o interesse de lhe ensinar.

Dicas extras: prepare-se para a entrevista técnica!

Como dito anteriormente, é importante que o candidato se prepare para essa etapa do processo seletivo. Ou seja, mesmo que você seja experiente na área e tenha bom conhecimento técnico, nunca é demais dar uma revisada em alguns conceitos ou ler alguns artigos mais atualizados, principalmente antes dos testes técnicos. Talvez exista algum termo, metodologia ou linguagem mais recente que o recrutador possa te questionar, portanto, é importante manter o conhecimento em dia.

Outra dica fundamental é frequentar eventos como workshops e palestras sempre que possível, desta forma, você amplia seu repertório mais técnico e fica por dentro das novidades do mercado.

Além disso, em uma entrevista técnica, o raciocínio lógico vale muito. Nem sempre você terá a resposta para algumas questões, mas se você tiver um bom raciocínio e agilidade para chegar na melhor resposta e, principalmente, conseguir manter a calma para falar de forma clara, pode fazer a empresa gostar do seu perfil.

Faça perguntas

Sim, é isso mesmo que você leu neste subtítulo. Não é só porque você está sendo entrevistado que não pode tirar todas as suas dúvidas e fazer perguntas aos recrutadores. 

Geralmente, candidatos que possuem esse tipo de comportamento são vistos com bons olhos, já que os avaliadores observam que o candidato está realmente interessado na vaga e, por incrível que pareça, a maioria dos avaliadores espera que você os faça perguntas, sejam elas voltadas para a oportunidade, para a cultura da empresa ou relacionadas aos objetivos e especificidades dos projetos.

Ainda não acabou…

Caso queira saber mais sobre como se dar bem em uma entrevista técnica, recomendo que assista a este vídeo, que traz alguns hacks de como você deve se portar e se preparar para uma entrevista em um processo seletivo de tecnologia.

Agora, tenho certeza que você já está preparado ou preparada para passar por uma entrevista técnica e conquistar a tão sonhada vaga!

Compartilhar:

Gabriel
Último artigo
Como fazer seu time de tecnologia evoluir rapidamente
Próximo artigo
5 dicas importantes para quem quer começar uma transformação digital em seu negócio