Estruturação de squads: como fazer e atingir os melhores resultados

Gestão

Realizar a estruturação de squads na sua startup é um passo fundamental para o sucesso na entrega dos seus projetos. Com essa delimitação, as equipes podem trabalhar de forma mais organizada, coesa e produtiva, já que terão um foco maior em determinada área do produto. O método, que ficou famoso com a implementação pelo Spotify, já é uma das metodologias ágeis mais utilizadas do mundo, visto que se tornou um grande case de sucesso.

Pensando na importância desse tema para as equipes de tecnologia, nós preparamos um artigo que traz mais detalhes sobre como realizar a estruturação de squads e como são divididos os grupos. Confira a seguir.

O que são squads e como surgiram?

Traduzido do inglês, os squads podem ser chamados também de “esquadrões”. Esse método de trabalho é bastante utilizado em equipes de tecnologia já que permite acelerar o processo de desenvolvimento dos projetos de uma maneira mais organizada e com menor índice de erros. Em grande parte dos casos, essas equipes são formadas com membros de diferentes áreas da empresa, sendo que cada um é responsável por determinada função e fluxo de trabalho.

Principalmente em times com muitos colaboradores, realizar essa divisão em grupos pequenos é uma maneira mais fácil de um time se organizar e trabalhar nas suas tarefas do backlog. Dentro desses squads, há ainda uma líder que será o responsável por alinhar as expectativas do time em relação ao projeto em questão e também para fazer a equipe ser autogerida de maneira horizontal, além de auxiliar no processo de desenvolvimento.

Esse método de trabalho ficou bastante famoso após ser implementado pelo Spotify, sendo um dos cases de mais sucesso do mundo. Dentro do proposto, a empresa melhorou ainda mais o método Scrum de trabalho, fazendo com que aumentasse o valor do seu produto e a experiência do cliente ao utilizar a plataforma.

O objetivo do método era trabalhar com pequenos grupos dentro da mesma empresa que seriam responsáveis por setores diferentes da plataforma, por conta disso, caso alguma estrutura desse algum problema, todo o programa não seria comprometido, e sim apenas a parte no qual o bug aconteceu.

Como estruturar de uma maneira mais efetiva?

Dentro desse método implementado pelo Spotify, foi possível dividir e realizar a estruturação de squads de maneira na qual a comunicação ainda fosse feita entre todos os profissionais envolvidos, seja de dentro ou de fora de um determinado squad. Para estruturar um squad de uma maneira mais assertiva é preciso ter atenção a alguns pontos. O primeiro deles é na escolha de membros, visto que um squad precisa ter profissionais de diferentes setores, sendo que, normalmente, Gerentes de Produto, Arquitetos, Designers, Desenvolvedores, QAs e Data Scientists são os mais recomendados para compor a equipe.

Além disso, é super importante que o líder do projeto defina o nível de autonomia que os squads terão no desenvolvimento dos projetos e qual o prazo final para a entrega das funcionalidades. Outra questão fundamental é fazer com que todos os colaboradores se sintam confortáveis em trabalhar nesse método, além de sentirem que sua opinião é importante no desenvolvimento do sistema.

Em razão do surgimento desse método, algumas nomenclaturas como Tribe, Chapter e Guild foram criadas. Traremos mais detalhes a seguir.

Squad, Tribe e Chapter…

Um pouco acima do squad tradicional baseado no scrum, tribe foi o nome escolhido para exemplificar um conjunto de squads. Organizando dessa maneira, é possível aumentar o nível de interação entre os squads e promover a comunicação de uma maneira mais efetiva e produtiva, sendo um dos métodos de gerenciamento de equipes mais efetivos existentes atualmente.

Já o chapter é o nome dado a um conjunto de colaboradores que pertencem a mesma função dentro de squads e que também são do mesmo tribe. Dividir os grupos dessa maneira facilita também a comunicação entre setores da empresa, fazendo com que troquem informações, dicas e tirem dúvidas sobre questões técnicas da sua área com maior facilidade.

Ainda mais acima nós temos as guilds. Esse tipo de divisão entre os profissionais é feita independentemente de squads, tribes e chapters já existentes. As guilds são caracterizadas por colaboradores de diferentes áreas que gostariam de aprender sobre determinado assunto, dessa forma, as guilds são formadas.

Quais as vantagens de se trabalhar em squads?

Como já citado anteriormente, organizar sua equipe de tecnologia em squads é fundamental para um desenvolvimento ágil dos seus projetos e produtos. Com esse tipo de organização, criam-se equipes coesas, com pessoas de diferentes áreas e que são autogerenciáveis, aumentando a efetividade na produção.

Principalmente em projetos maiores, esse tipo de divisão delimita a área de atuação do seu time e os deixa mais focados nas suas funções, em busca de trazer o que há de melhor para o cliente no final do projeto.