Hard Skills e Soft Skills: o que são e quais as suas diferenças?

Dois dos novos termos que estão sendo cada vez mais utilizados no mundo das contratações é o de hard e soft skills. A palavra “skill” vem do inglês e pode ser traduzida como “habilidade”, esses termos tentam dividir as habilidades e aptidões de cada profissional para que o processo seletivo seja cada vez mais assertivo.

Algum tempo atrás era muito comum no processo de contratação levar em conta apenas as hard skills na hora de selecionar um candidato, mas isso está mudando e as soft skills estão ganhando cada vez mais espaço.

Nesse artigo você vai entender um pouco mais sobre o que são soft e hard skills e como essas habilidades são avaliadas, além de apresentarmos também como essas aptidões podem influenciar no ambiente de trabalho das empresas.

O que são hard skills?

Hard skills são as habilidades técnicas que o profissional apresenta e que podem ser mensuradas. Essas habilidades podem ser adquiridas por meio de cursos e experiências profissionais e normalmente são fáceis de identificar, pois podem ser comprovadas por meio de certificados, testes, entre outros. 

Identificá-las durante o processo de contratação também é simples. Entendendo quais são os requisitos da vaga, numa breve conversa técnica é possível ver se as habilidades estão presentes e, caso seja necessário, podem ser realizados testes específicos que auxiliam ainda mais na hora de escolher o candidato ideal.

Essas informações são muito importantes para a avaliação dos candidatos dependendo da vaga, e são de fácil identificação pois, normalmente, elas se apresentam de forma clara no currículo, mas elas não podem ser a única fonte para avaliação na hora de decidir entre os candidatos.

O que são soft skills?

Soft skills são as habilidades pessoais que o profissional possui, essas, ao contrário das hard skills, são intangíveis e não conseguem ser comprovadas de maneira tão simples, como com o uso de certificados ou testes.

Para avaliar esse tipo de aptidão é necessário entender quais os tipos de habilidades serão necessárias para a vaga em questão. Alguns exemplos de soft skills são a facilidade de comunicação, a criatividade e o pensamento crítico. Quando sabemos quais habilidades precisaremos no candidato, preparamos algumas perguntas específicas onde poderemos abstrair se a habilidade parece estar presente.

As soft skills estão ganhando cada vez mais espaço nos processos de contratação pois as empresas estão mudando a forma de pensar e se preocupando cada vez mais com a cultura organizacional.

Caso o candidato tenha muitas habilidades técnicas, mas não possua as soft skills necessárias, o ambiente de trabalho acaba sendo ruim para o profissional e ele não conseguirá alcançar uma grande produtividade, afetando também a empresa que o contratou.

Como essas habilidades podem influenciar no ambiente de trabalho?

Como foi dito anteriormente, um candidato que foi contratado apenas por conta de suas habilidades técnicas e que não foram levadas em conta suas habilidades pessoais, pode causar um problema tanto para a organização quanto para o próprio profissional.

Considerando um ambiente de trabalho que necessite de pessoas que precisam ajudem umas às outras durante o andamento dos projetos, um profissional que não é muito flexível, que se desenvolve e tem mais produtividade trabalhando sozinho, não vai conseguir ser produtivo. Mas essa falta de produtividade não está ligada de forma alguma com a habilidade técnica e sim à uma habilidade pessoal.

Como posso desenvolver essas habilidades na minha empresa?

É possível ajudar os parceiros da sua empresa a desenvolver tanto as habilidades técnicas (hard skills) quanto às habilidades pessoais (soft skills). Desenvolver programas de treinamento, disponibilizar cursos técnicos e de idiomas e incentivar a ida à eventos e palestras são alguns exemplos de atividades que agregam as hard skills.

E para desenvolver as soft skills, algumas práticas também podem auxiliar, como a realização de ações para melhorar a comunicação e o relacionamento entre as equipes e a criação de uma cultura de feedback.

Conclusão

Com este artigo conseguimos compreender o significado de hard skill e soft skill e como identificá-los e desenvolvê-los. Com essas definições em mente, agora é muito mais fácil encontrar os perfis que mais combinam com a sua empresa, mas é sempre importante lembrar que os dois tipos de habilidades podem ser também desenvolvidos em conjunto com cada um dos parceiros que compõem a empresa.

Compartilhar:

Beatriz
Último artigo
Tudo o que você precisa saber sobre alocação de desenvolvedores
Próximo artigo
O que faz uma empresa de desenvolvimento de software