fbpx

O que são organizações exponenciais?

Historicamente a grande maioria das empresas buscam um crescimento acelerado, afinal, crescimento (na maioria dos casos), traz aumento nos lucros da empresa. E quando acabam tendo um crescimento muito superior, comparado ao mercado, em curto espaço de tempo, são chamadas de organizações exponenciais.

O grande ponto é que para conquistar esse crescimento, que traz lucros para uma organização, não existe caminho fácil.

Pensando nessa dificuldade, Ismail, Michael S. Malone e Yuri van Geest criaram, em 2014, o conceito que chama de “Organizações Exponenciais (ExOs)”.

No livro de mesmo nome, os autores explicam algumas das características que levaram empresas a ter um crescimento exponencial e dominam o mercado como um todo.

Nesse artigo, vou resumir alguns dos pontos dos livro, para que você possa aplicar esses conceitos na sua empresa. Vamos lá?

O que significa exponencialidade

Um crescimento linear, segue um raciocínio mais razoável, logo se uma empresa cresce 15% ao ano, a linearidade sugere que ela continue crescendo de uma maneira proporcional ao longo do tempo.

No caso do crescimento exponencial, que como podemos ver no gráfico abaixo, tem um crescimento excepcional a partir de um determinado ponto (geralmente após o negócio ter encontrado product market fit), o chamado taco de hockey.

Quantas vezes você já viu especialistas errar grosseiramente uma estimativa de crescimento de alguma tecnologia ou startup nos últimos anos? 

No livro, os autores citam um caso de 2009 em que uma empresa especialista em pesquisa de mercado previu que a Symbian seria o principal sistema operacional em 2014, tendo uma participação de 39% de mercado.

Como já estamos 2020, sabemos que a Symbian encerrou suas atividades em 2012. Ser o principal player do mercado para fechar as portas é uma grande diferença.

O motivo dos especialistas errarem frequentemente e de maneira tão extravagante se dá ao fato de eles analisarem os fatos de maneira incremental (linear), confiam em um paradigma que já não funciona mais, afinal, estamos na era da tecnologia, o que leva a empresas a terem crescimentos exponenciais de uma hora para outra.

Características de uma empresa exponencial

Quais conceitos empresas como Airbnb, Uber, Facebook e Google tem em comum?

Enquanto empresas do “mundo antigo” ainda estão focadas em modelos de escassez, empresas como essas focam na abundância de informação.

No livro, os autores dividem por tópicos características que essas empresas possuem, vou passar por cada um deles rapidamente aqui, para não ficar muito extenso.

Propósito transformador massivo (PTM)

A evolução do famoso Missão, Visão e Valores. O PTM é uma frase que traduz todo o objetivo global da empresa. Através dele é possível perceber todas as ambições da empresa, atraindo pessoas que estão em busca desse mesmo interesse. 

Exemplos de PTM:

Google: “Organizar a informação do mundo”

Singularity University: “Impactar positivamente um bilhão de pessoas”

TED: “Ideias que merecem ser espalhadas”

Atributos externos (SCALE)

Staff on demand (Equipe sob demanda): Uma equipe que reage (aumenta ou diminui) conforme a demanda, dessa maneira temos agilidade para atender as novas perspectivas da empresa, sejam elas positivas ou negativas.

Community (Comunidade): Para que você tenha facilidade de testar novos produtos, ou até mesmo ter essa equipe sob demanda, é necessário nutrir uma comunidade engajada com seu propósito.

Algorithms (Algoritmos): Tem como objetivo, fornecer informações para que você tenha embasamento para crescimento ou correção de algum problema.

Leveraged Assets (Ativos alavancados): Utilizar terceirização para ter mais flexibilidade e agilidade no dimensionamento da empresa. A Apple, por exemplo, usa as fábricas da parceira de fabricação Foxconn para as principais linhas de produtos.

Engagement (Engajamento): Técnicas de engajamento do usuário, como gamificação e prêmios de incentivo, ajudam os ExOs a envolver os mercados rapidamente.

Atributos internos (IDEAS)

Interfaces: Algoritmos e fluxos de trabalho automatizados da forma mais eficiente possível para facilitar a construção dos atributos externos (SCALE).

Dashboards: Para acompanhar e monitorar o desempenho.

Experimentation (Experimentação): Métodos que facilitam a experimentação e a melhoria de processos através de ciclos rápidos de feedback.

Autonomy (Autonomia): Organizações exponenciais têm hierarquias horizontais para promover agilidade.

Social Technologies (Tecnologias sociais): As tecnologias sociais geram conversas em tempo real e sem latência em toda a organização

Como saber se a sua empresa é exponencial

Para uma empresa ser exponencial ela não precisa contemplar todos os atributos, para você ter uma ideia, grandes empresas como Coca-Cola e Google Ventures possuem grande parte dos atributos, mas não todos.

Claro que quanto mais uma empresa chega próximo das características melhor, porém, empresas com cerca de 70% dos atributos já podem se considerar uma ExO.

O quanto a sua empresa é exponencial? Faça as contas e compartilhe aqui nos comentários os resultados para discutirmos.

Públicações relacionadas

Marketplace de talentos de tecnologia: o que você precisa saber

Você já ouviu falar sobre o marketplace de talentos de tecnologia? Esse novo modelo de negócios tem conquistado muitas empresas Ler o artigo completo

O futuro das relações de trabalho no mercado de tecnologia

As empresas precisam se adaptar! Quem trabalha no mercado de tecnologia sabe que as relações de trabalho mudaram, tendo em Ler o artigo completo

Contratar desenvolvedores: por que está ficando mais difícil para as startups?

A tarefa de contratar desenvolvedores tem se tornado um grande desafio para grande parte das startups. Com o grande aumento Ler o artigo completo

Quais soft skills analisar na contratação de uma pessoa desenvolvedora

As habilidades e competências relacionadas ao comportamento humano são chamadas de soft skills. Elas estão sendo cada vez mais valorizadas Ler o artigo completo

Veja todos os nossos artigos