fbpx

Onboarding Tech: as melhores práticas para esse momento

Chegar em um ambiente novo, se comunicar com pessoas que você ainda não conhece e aprender novos processos é sempre algo desafiador para grande parte dos talentos, que buscam causar uma boa primeira impressão quando entram em uma nova organização. Mas, proporcionar uma experiência de boas-vindas agradável é dever de toda a empresa que preza por um ambiente de trabalho agradável.

A integração inicial, onde os novos profissionais são apresentados à empresa, é denominada onboarding, do inglês “embarcar”, e tem como objetivo introduzir os ingressantes à rotina de trabalho, aos colaboradores já atuantes e passar mais conhecimentos sobre a empresa de modo geral. 

De modo geral, um bom processo de onboarding é capaz de proporcionar bons resultados ao longo de toda a trajetória dos colaboradores dentro da sua empresa, já que interfere diretamente no engajamento dos novos profissionais. Isso porque é a partir do onboarding que o talento passará a ter contato com os processos e com a cultura da empresa de forma integral. Por esse motivo, ele precisa ser efetivo.

Existem diversas técnicas para aplicar bons onboardings dentro das empresas e, para explicar um pouco mais sobre estas boas práticas, contamos com a ajuda do time de Recursos Humanos daqui da EZ.devs. Para saber mais, continue a leitura!

A importância do onboarding para novos colaboradores

Como abordado anteriormente, os processos de onboarding têm relação direta com a produtividade e entrega dos membros. Olhando para os números para medir o impacto dessas recepções no dia a dia da empresa, vemos que, de acordo com a Glassdoor, a retenção dos membros pode aumentar em até 82% com bons processos de onboarding. 

Isso acontece porque, com bons processos de recepção, os ingressantes recebem todas as informações necessárias para começar a trabalhar, já que ele será apresentado a tudo e a todos. Assim, reduzimos, e muito, medos comuns nestes primeiros dias, fazendo com que as pessoas se sintam livres para expressar quem elas realmente são.

Além disso, os onboardings são importantes para estreitar as relações entre a empresa e os colaboradores e fornecem uma carga a mais de motivação àqueles que estão embarcando em uma nova rotina, algo essencial quando pensamos em atingir bons resultados. 

A Head de RH da EZ.devs, Letícia Godoi, aponta que o onboarding funciona como a porta de entrada das empresas, onde se constroem as primeiras impressões sobre a organização. Portanto, se algo não ocorre bem ali, automaticamente os talentos podem se sentir desmotivados ou experienciar algum sentimento negativo sobre a empresa. 

Onboardings remotos

Não estar fisicamente próximo quando se vai recepcionar alguém pode ser algo muito difícil para muitos. No entanto, quando uma empresa possui uma cultura remota, é necessário que seu time de RH esteja preparado para garantir o máximo de integração possível para que a pessoa, mesmo que à distância, sinta-se próxima de quem o está recepcionando.

Para tornar este conceito mais palpável, deve-se apostar na estruturação de grupos de suporte e acompanhamento ao novo membro e sempre estar em contato com a pessoa, através de mensagens, por exemplo, para saber como ela se sente e  se precisa de algo.

Outras formas de se fazer presente mesmo estando distante fisicamente é se esforçar para garantir o acolhimento desse novo colaborador, convidando-o para as ações de integração e eventos internos da empresa.

Boas práticas

Tanto para o modelo remoto, como para o presencial, existem algumas práticas indispensáveis para o seu time de RH executar durante os onboardings, e falaremos delas nesta seção.

  1.  Contextualização da empresa

Primeiro de tudo, é necessário garantir que os novos talentos saibam exatamente onde estão. Isso porque, quando falamos de onboarding, falamos diretamente de cultura organizacional. Um conceito não existe sem o outro e é por isso que os seus onboardings devem, acima de tudo, mostrar a cultura da sua empresa aos novos colaboradores.

Para isso, seu time de onboarding ou de RH pode contar como a empresa surgiu e a sua trajetória, quais eram os objetivos e processos iniciais e aqueles que estão presentes hoje. Aqui, seu único dever é cativar o novo colaborador, portanto, faça isso da maneira mais empática e verdadeira possível.

  1. Tour (virtual) pela empresa

Nos modelos presenciais, é possível realizar um tour pelas dependências da empresa. Mas, quando estamos de forma remota, o que é possível fazer? Nós te respondemos!

Esta é a hora em que você pode (e deve) mostrar aos colaboradores todos os canais de comunicação, plataformas e softwares utilizados pela empresa, bem como todos os materiais necessários para que os processos sejam executados. No entanto, tome cuidado para não assustar os novos membros com o excesso de informações que, dificilmente, serão absorvidas na hora.

O tour pela empresa, mesmo que virtual, não deve se limitar à materiais e canais, mas também mostrar quem são os rostos que fazem tudo acontecer: apresente estes novos membros aos colegas de trabalho, às lideranças e explique como funcionam as relações de trabalho dentro da empresa, além de todas as atividades internas que envolvem os ingressantes.

  1. Se mostrar aberto para ajudar

Por último, mas não menos importante, os responsáveis pelos onboardings, assim como toda a empresa, devem se mostrar receptivos e abertos para ajudar, deixando claro que os novos profissionais terão todo o suporte e apoio da empresa nesse início e ao longo de toda a sua trajetória. 

Para esta etapa de auxílio inicial, construa meios práticos para esse suporte. Aqui na EZ.devs, por exemplo, fazemos uso dos “Onboarding Buddy”, que são grupos de acompanhamento e suporte aos ingressantes. Esta é uma maneira de estar sempre em alerta se os novos membros estão participativos, e se não estiverem, buscamos formas de incentivar a sua participação.

É possível também criar um cronograma de adaptação, através de um roteiro de estudos, guias das plataformas e ferramentas e, ao longo do período de adaptação, realizar chamadas de vídeo ou até mesmo enviar vídeos já gravados para passar as atividades das quais estes membros estão responsáveis por executar.

Se você chegou até aqui, já está preparado para estruturar um projeto de onboarding dentro da sua empresa e garantir que os colaboradores saibam onde realmente estão e se sintam motivados a colaborar com o time diariamente.
Se você precisar de ajuda para escalar seu time de tecnologia de maneira eficiente, saiba que pode contar sempre conosco, basta entrar em contato!

Públicações relacionadas

Gestão Ágil: Por que seu time precisa crescer junto com a empresa?

O alto crescimento de uma startup é visto, em grande parte do tempo, como algo positivo, e não estamos errados Ler o artigo completo

Por que você deve estar de olho nos novos profissionais de tecnologia?

O mercado de tecnologia encontra-se em constante transformação. Cada vez mais amplo, dinâmico e globalizado, faz com que as empresas Ler o artigo completo

Liderança no trabalho remoto: Como exercê-la em times de tecnologia

Há mais de um ano em um cenário de pandemia, o mercado de trabalho encontrou diversos desafios, tanto no Brasil Ler o artigo completo

A importância de ter um RH estratégico na sua empresa

O setor de Recursos Humanos é uma das áreas mais importantes de qualquer empresa e que também vem sofrendo diversas Ler o artigo completo

Veja todos os nossos artigos