fbpx

Planejamento de produto: cinco erros que precisam ser evitados

Realizar um planejamento de produto assertivo é fundamental para a organização da empresa no desenvolvimento de projetos. Com algumas atitudes diárias, é possível estar sempre alinhado com o time de tecnologia e também com o cliente, já que o projeto terá que possuir todas as funcionalidades que ele deseja, de modo que a satisfação do cliente seja alta. Com isso, é certo que sua startup cresça em tempo ágil, trazendo ótimos resultados aos cofres.

Pensando na importância de se realizar um bom planejamento de produto, nós preparamos um artigo que traz cinco erros comuns que podem (e precisam) ser evitados dentro de uma empresa. Confira a seguir:

Mau gerenciamento de riscos

Realizar um bom planejamento de produto passa bastante pela etapa de gerenciamento de riscos de possíveis problemas que possam acontecer no desenvolvimento do projeto. Por conta disso, durante a fase de organização das etapas de produção, faça uma lista de todos os problemas, qual a probabilidade deles acontecerem e o quanto isso deve afetar a entrega do produto ao cliente. Esse tipo de organização é importante para saber como solucionar esses problemas, já que a equipe de desenvolvimento não será surpreendida negativamente e o gestor terá bastante tempo para executar um plano de ação, economizando tempo de produção.

Caso esse gerenciamento de riscos seja feito de uma forma inadequada, o planejamento de produto do seu time será afetado de uma forma que o prazo final de entrega seja comprometido, já que um problema que surgir pode afetar o desenvolvimento de features importantes. Dessa forma, a produtividade dos profissionais será amplamente prejudicada.

Aliado a esse aspecto, ter uma falta de qualidade do seu produto final é a prova de que o planejamento foi mal executado. Além de deixar o cliente insatisfeito, já que as demandas solicitadas não foram atendidas com maestria, isso faz com que ele não volte a entrar em contato para projetos futuro e também deixe de indicar sua empresa à outras, abaixando sua reputação no mercado.

Cronogramas apertados

Ainda dentro do planejamento pré-execução do projeto, tenha atenção ao cronograma proposto para a sua equipe de desenvolvimento. Para um melhor planejamento de produto, é importante que o prazo de produção não seja apertado e tenha sobriedade, de forma que os profissionais façam tudo como deve ser feito e sem correria desnecessária. Como diz o ditado: “a pressa é inimiga da perfeição”, e isso se encaixa bastante em equipes de tecnologia.

Como todo líder de tecnologia deveria saber, não há como fazer um bom projeto sem tempo para isso. Por conta disso, procure explicar e ter transparência com o cliente desde o início do desenvolvimento do projeto, já que, em alguns casos, o cliente pode querer que o produto seja feito em tempo recorde, e cá entre nós, todos sabemos que não há como fazer isso.

Claro que é possível ser um pouco ganancioso e tentar negociar com seu time de execução o desenvolvimento de um projeto em um espaço de tempo menor do que o convencional. Entretanto, é importante não se apegar a esse prazo, de modo que, caso o projeto possa ficar comprometido em termos de qualidade, basta abandonar esse cronograma e retornar ao tradicional, no qual os devs sabem que será possível realizar um bom trabalho.

Não dar importância aos erros da equipe

Todo sucesso de um projeto só acontece após uma equipe errar bastante na hora de executá-lo. Por isso, esteja sempre ciente dos erros cometidos pelo time e tente solucioná-los da forma mais rápida possível, já que não dar a devida importância a esses problemas e deixá-los passar não agrega em nada em projetos futuros.

Além disso, é importante não expor o profissional que causou algum tipo de problema na produção do projeto, mas sim explicar para todo o time como aquilo pode ser prejudicial para toda a empresa. Esteja ciente também que, caso um feedback seja dado de uma maneira incorreta, a produtividade e a motivação dos profissionais podem cair drasticamente.

Falta de flexibilidade

Para um melhor planejamento de produto e para que seja bem executado, ter flexibilidade no dia a dia de trabalho também é importante, justamente para uma boa gestão de equipes de desenvolvimento. Seja flexível ao ponto de que os colaboradores se sintam confortáveis para passar feedbacks e também para que digam quais são os pontos no projeto que os incomodam. Dessa forma, é possível adaptar os processos de produção de uma maneira que os profissionais possam trabalhar do jeito que estão mais acostumados e confortáveis para uma melhor produtividade.

Além disso, como gerente de produto, ser um líder é diferente de ser um chefe. Saiba ouvir pontos de vista diferentes e se adapte para que a empresa tenha o melhor resultado possível na execução dos projetos técnicos e para uma boa satisfação do cliente.

Alterações no escopo

Apesar de acontecer com certa frequência em squads de tecnologia, as alterações recorrentes no escopo do projeto podem afetar a produção do time. Para que isso não aconteça, busque alinhar todas as expectativas com o cliente de forma que todas as funcionalidades do projeto estejam bem detalhadas. Assim, é possível diminuir a frequência com que essas mudanças acontecem, aumentando a efetividade da produção e também do planejamento de produto.

Tradicionalmente, os clientes não possuem a noção exata de quanto tempo leva para que seus projeto personalizado fique pronto, muito menos quais são os meios que os desenvolvedores percorrem para entregar o projeto. Por conta disso, eles pensam apenas no prazo em que desejam, e, por muitas vezes, mudam o escopo do projeto sem que o prazo final seja afetado. Isso é praticamente impossível. Fazendo uma analogia, não há como trocar o pneu de um carro em movimento sem atrasar a chegada ao destino final. O mesmo se aplica a projetos de tecnologia.

Conclusão

Neste artigo, busquei trazer detalhes sobre a importância de se realizar um planejamento de produto assertivo e com efetividade. Além disso, pude elencar alguns erros que são bastante comuns em startups que estão iniciando os seus trabalhos e que ainda buscam um espaço no mercado. Com a resolução desses gaps, é possível crescer e dar autoridade ao nome da sua empresa ao mercado, podendo bater de frente aos concorrentes. Além disso, seus projetos tendem a ganhar a confiança de clientes, trazendo resultados significativos ao caixa da empresa.

Públicações relacionadas

Marketplace de talentos de tecnologia: o que você precisa saber

Você já ouviu falar sobre o marketplace de talentos de tecnologia? Esse novo modelo de negócios tem conquistado muitas empresas Ler o artigo completo

O futuro das relações de trabalho no mercado de tecnologia

As empresas precisam se adaptar! Quem trabalha no mercado de tecnologia sabe que as relações de trabalho mudaram, tendo em Ler o artigo completo

Contratar desenvolvedores: por que está ficando mais difícil para as startups?

A tarefa de contratar desenvolvedores tem se tornado um grande desafio para grande parte das startups. Com o grande aumento Ler o artigo completo

O que são organizações exponenciais?

Historicamente a grande maioria das empresas buscam um crescimento acelerado, afinal, crescimento (na maioria dos casos), traz aumento nos lucros Ler o artigo completo

Veja todos os nossos artigos