Desenvolvedor full-stack: o que é e porque terceirizar o serviço!

Negócios

A presença de um desenvolvedor full-stack no seu time de tecnologia pode te ajudar em diversos aspectos. Esse profissional é extremamente capacitado em trabalhar em diferentes áreas do desenvolvimento de software, podendo atuar tanto na parte estrutural quanto na parte mais visual do projeto. Além disso, a terceirização desse tipo de dev te ajuda a reduzir os custos da sua empresa, já que, teoricamente, você terá um profissional de função dupla.

Quer saber mais sobre as principais características de um desenvolvedor full-stack? Veja a seguir e saiba o porquê de terceirizar esse tipo de serviço.

O que faz um desenvolvedor full-stack?

Afinal, o que é um desenvolvedor full-stack? Partindo do significado do termo, full significa completo e stack significa pilha. Ou seja, o desenvolvedor full-stack nada mais é do que um profissional capaz de atuar em toda ou boa parte do desenvolvimento de uma aplicação, conseguindo trabalhar tanto no front-end quanto no back-end.

Para entender melhor o que faz esse profissional, é importante explicarmos o que seria trabalhar no front-end e no back-end. De início, precisamos imaginar o desenvolvimento de um projeto. O profissional com experiência em front-end vai ser o responsável por desenvolver toda a estrutura visual de um sistema, site ou aplicativo, ou seja, a parte mais frontal aos olhos de quem utiliza o serviço.

Esse desenvolvedor possui amplo conhecimento em linguagens como HTML, CSS e JavaScript, por exemplo.

Já o profissional especialista em back-end é o responsável por automatizar e produzir códigos relacionados a banco de dados e a toda parte estrutural que vai manter o sistema funcionando adequadamente. Por conta disso, esse dev conduz a parte interna, que os usuários não conseguem visualizar. O profissional possui conhecimento técnico em linguagens como PHP e SQL.

Ou seja, um desenvolvedor full-stack é o profissional que consegue trabalhar nas duas áreas, tanto internamente quanto no visual.

Por que ter um desenvolvedor full-stack terceirizado?

Agora que já entendemos que esse tipo de profissional apresenta uma maior facilidade de entender várias partes de um projeto, precisamos entender o por que de contratar profissionais que conseguem atuar em muitas áreas do desenvolvimento, e não os que se especializam em apenas uma. 

Isso é bem simples. Contar com algumas poucas pessoas que tenham a capacidade de lidar com o desenvolvimento em toda ou na maior parte da stack traz benefícios indispensáveis. 

Powered by Rock Convert

Por ter apenas uma ou poucas pessoas trabalhando, a necessidade de comunicação diminui drasticamente e, como consequência disso, as mudanças se tornam mais ágeis, economizando tempo e tornando as escolhas dentro do ambiente de desenvolvimento mais produtivas.

Além disso, mesmo não sendo expert em todas as funções que tem, o desenvolvedor full-stack tem a capacidade de lidar com toda ou grande parte do desenvolvimento. Isso faz com que não seja necessária a atuação de muitos profissionais, fazendo com que as soluções sejam implementadas de forma muito mais rápida.

Quando há muitos desenvolvedores, cada um especializado em uma área, qualquer coisa a ser feita tem de passar pela mão de várias pessoas. Por conta disso, uma grande perda na agilidade do desenvolvimento pode ocorrer, afetando negativamente o time-to-market, que é o tempo que o produto leva da criação até, enfim, estar disponível para o usuário.

As tarefas de um bom desenvolvedor full-stack

Para que seu projeto tenha o máximo de eficiência durante a execução, é importante que o desenvolvedor full-stack tenha experiência em alguns pontos. É fundamental que esse tipo de profissional tenha conhecimento aprofundado em entender e manipular bancos de dados e entender de códigos de API (em mais de um idioma, se possível).

Além disso, é importante saber trabalhar com infra-estrutura de sistemas e também ter experiência com gerenciamento de projetos. Esse último ponto é fundamental para o sucesso do profissional na sua empresa, já que ele saberá como lidar em determinadas situações e terá controle total, a fim de que o projeto não saia dos eixos. Conhecimento em Agile, SCRUM e Kanban são essenciais.

Redução de custos

Quando se implementa o desenvolvimento nas atribuições da sua equipe, existem grandes responsabilidades com o investimento em ferramentas, infraestrutura, softwares, treinamentos, salários e etc. Porém, com a terceirização, todas essas responsabilidades deixam de ser da sua empresa e ficam apenas na responsabilidade da terceirizada, o que ocasiona na grande redução de custos e também faz com que grandes investimentos deixem de ser necessários.

Além disso, todos os benefícios de optar por um desenvolvedor full-stack estão ligados ao trabalho, justamente por ser executado por um único indivíduo e também por se tratar da terceirização do desenvolvimento de softwares.

Vale lembrar também, que o fato desse tipo de desenvolvedor trabalhar quase que inteiramente sozinho, isso pode trazer inúmeros lados negativos. Alguns deles fazem relação ao convívio, ao trabalho em equipe e o fato de todo o conhecimento de determinado projeto estar depositado em um único indivíduo. Por isso, em certos casos, o desenvolvedor full-stack acaba não sendo a melhor opção.

Como a ez.devs pode ajudar a minha empresa?

A ez.devs cuida de toda a parte que engloba o desenvolvimento de softwares. Além disso, quando se trata da terceirização do desenvolvimento, nós cuidamos de tudo da forma mais transparente possível, deixando muito claro onde o seu dinheiro está sendo investido, além de tecnologia de ponta e economia de tempo. Tudo isso pelo melhor preço possível.

Gostou de saber por que ter um desenvolvedor full-stack terceirizado é importante? Não perca a oportunidade e entre em contato com a ez.devs agora mesmo para mais informações. Estamos esperando por você!