CTO: Seis coisas que todo CEO precisa que você saiba

Entenda quais são as principais habilidades de um bom CTO

A imagem mostra quatro homens brancos em uma reunião conduzida por um CTO

No dia a dia de uma scale-up, determinadas habilidades de um CTO são fundamentais para o desenvolvimento e crescimento do negócio como um todo. Seja para facilitar a comunicação, para liderar uma importante área da empresa e até mesmo para implementar métodos ágeis de desenvolvimento, o papel que o CTO precisa exercer em uma scale-up é tão importante quanto o trabalho de um CEO.

Por conta disso, nós preparamos um artigo que detalha algumas dessas importantes atribuições e também sobre quais são as principais coisas que todo CEO precisa que seu CTO saiba. Continue a leitura para saber mais.

O que é um CTO

CTO é a sigla utilizada para o termo Chief Technology Officer, que consiste em uma posição de liderança em uma equipe de tecnologia de uma empresa. É o profissional que ocupa esta posição quem fica responsável por direcionar o time de desenvolvedores e engenheiros de software para garantir o melhor desempenho da equipe e a qualidade no produto final.

É papel do CTO pensar em estratégias para implementar soluções voltadas à tecnologia em empresas dos mais variados ramos e, por isso, engana-se quem pensa que esta é uma função necessária apenas para negócios voltados para a tecnologia.

Um bom CTO deve ter habilidades específicas…

Agora que você já conhece um pouco mais das principais responsabilidades de um CTO em uma empresa, é hora de entender quais são as habilidades essenciais para quem deseja se tornar um grande líder e guiar as equipes de tecnologia ao sucesso. Abaixo, listamos algumas delas, veja:

Entenda de negócios e finanças

Para que o andamento da scale-up seja significativo é importante que o CTO tenha conhecimento amplo da área de negócios e finanças. Isso porque a principal função desse profissional é ajudar na inovação e no desenvolvimento de soluções que visam contribuir com uma vantagem mercadológica para seu cliente, sabendo quais os principais desafios na área e quais os melhores caminhos para o sucesso do negócio.

Além disso, a função do CTO teve um crescimento mais amplo sobre quais são suas responsabilidades, tornando o profissional um verdadeiro membro da equipe executiva. Por conta disso, as vezes é necessário que o CTO saiba avaliar quais as necessidades da empresa, quais os interesses da equipe, dos investidores e o que fazer para que o negócio cresça.

O CTO também desenvolve estratégias para aumentar a receita e executa análises de custo-benefício e de retorno sobre o investimento, portanto, ser capaz de gerenciar um orçamento e uma previsão é fundamental. Além disso, conforme a equipe cresce, é absolutamente vital compreender as finanças e os custos do projeto.

Seja um CTO ágil

Outro requisito fundamental para o sucesso de um CTO é saber ser ágil para comandar a execução de tarefas da sua equipe de tecnologia. Independente do desafio é super importante que você saiba utilizar metodologias ágeis e passe isso para seu time.

Os projetos que são geridos através da metodologia ágil são desenvolvidos por meio de entregas incrementais, isso significa que em cada entrega feita ao cliente, é desenvolvida uma ou mais funcionalidades do software e não o software todo de uma vez. Com isso, os trabalhos são divididos em etapas, que após finalizadas são enviadas para o cliente, e a partir do seu feedback, pode-se melhorar o que foi feito e o que será realizado.

Um dos principais benefícios está voltado ao método de trabalho, que se torna muito mais eficaz e fácil de ser realizado pois é feito por funcionalidade do software.

Pense estrategicamente

Além de saber utilizar metodologias ágeis, é importante que todo CTO pense estrategicamente em como o produto técnico será desenvolvido. Isso porque, de acordo com a montagem da equipe de tecnologia e os tipos de cargos envolvidos, determinadas features precisam ser priorizadas e delegadas para profissionais mais experientes e com características únicas, aumentando a taxa de sucesso do projeto.

Em razão da exigência de trabalho de cada setor de um time de tecnologia, é super importante que a organização de sua squad aconteça de forma coerente com as necessidades encontradas na produção do seu produto. Na montagem de uma equipe, as funções principais são: Product Manager (PM), desenvolvedores back-end e front-end, um profissional de Quality Assurance (QA), UX e UI designer e um DevOps.

Seja um CTO comunicativo e dê feedbacks

Ser um profissional com capacidade de se comunicar é super importante para o crescimento do seu negócio. Por se tratar de uma área bastante técnica, o CTO que conseguir transmitir suas ideias de forma mais simples e didática tende a ter mais facilidade no gerenciamento dos seus projetos. 

Isso porque, é necessário que este líder garanta que todos estão com as ideias alinhadas, tanto os colaboradores e demais gestores, quanto os clientes. Quando você não consegue traduzir a linguagem de negócios para a tecnologia e vice-versa ou então, interpretar as demandas e tomar decisões, gera uma falha de comunicação na equipe que pode acabar afetando muito a qualidade do projeto.

Outra característica importante é saber ouvir outras pessoas. O CTO precisa compreender totalmente o que é necessário tanto do lado do negócio quanto do desenvolvimento e saber lidar com todos os desafios para que possa transmiti-los de forma eficiente. Além disso, aderir à cultura do feedback contribui com o andamento dos projetos.

A ideia de realizar um feedback é de que seu time de desenvolvimento entenda onde estão acertando, errando e até mesmo como o seu comportamento pode ser interpretado por outras pessoas. Dessa forma, cria-se um clima mais agradável no ambiente de trabalho por conta dessa comunicação mais transparente. 

Dentro da gestão de TI, essa prática contribui ainda para a melhoria do desempenho dos times, evita ruídos na comunicação e amarra possíveis pontas soltas.

Esteja atento às métricas

Outro ponto de atenção que todo CTO precisa ter conhecimento é em relação à métricas de monitoramento e desempenho da equipe. Isso porque, durante a execução de projetos métricas como KPIs e OKRs são essenciais para analisar como está o desenvolvimento de algum produto e a evolução da equipe ao longo do tempo. Por conta disso, é fundamental que todo CTO saiba extrair o máximo de benefícios que essas métricas podem oferecer e capacitar seu time para que também saibam como ler todos os dados.

Assuma responsabilidades de um CTO

Além de todas as outras responsabilidades citadas anteriormente, a principal delas é o CTO assumir a liderança da equipe de forma coesa e eficiente. Por conta disso, todo planejamento do projeto como definir qual arquitetura utilizar, se é seguro ou não realizar determinada feature, se há como desenvolver o produto em tempo hábil são responsabilidades de um líder técnico. Por conta disso, o CEO confiará toda essa parte estrutural nesse profissional para que ele possa focar toda sua atenção em outros setores da startup.

É necessário também direcionar a equipe da forma correta, contribuindo para a construção de um ambiente de autonomia para que os talentos possam se desenvolver e, inclusive aprender com os próprios erros. Oferecer apoio, ajudar o time a solucionar problemas é extremamente importante para criar uma relação de confiança entre talentos e liderança, o que fará com que o projeto alcance resultados mais promissores.

Conclusão

Como foi possível perceber ao longo do conteúdo, um CTO representa muito mais do que um simples estrategista, que delega as tarefas para uma equipe. Ele é a ponte de ligação entre os talentos e o sucesso do seu projeto de tecnologia.

Por isso, quem deseja ocupar este cargo, seja em uma startup ou em uma grande empresa, precisa desenvolver diversas habilidades interpessoais e de negócios para, assim, conseguir guiar um time de alta performance ao sucesso.

Compartilhar:

Victor
Último artigo
Criando um servidor GraphQL na AWS em 10 minutos com AppSync
Próximo artigo
Product Manager: decision rules you need to know