Throughput: o uso da métrica no gerenciamento de fluxo do seu projeto

Agilidade

Implementar a throughput na sua equipe de desenvolvimento de software é uma das maneiras de manter sua produção de projetos de uma maneira mais organizada. Com a coleta de dados oferecida pelo uso da métrica, a liderança técnica do time de TI pode analisar como anda a produtividade da equipe e ajudar no planejamento de produção do projeto antes mesmo dele ser iniciado.

Esses dados favorecem ainda a comunicação com seus clientes, já que, sabendo os prazos de produção nas sprints de desenvolvimento, é possível negociar melhor a data de entrega do produto sem que haja um déficit de qualidade de código. 

Para te ajudar a entender melhor o que significa throughput e como ela pode ajudar no seu dia a dia, nós produzimos um artigo que fala exatamente sobre isso. Confira abaixo e veja qual a importância de implementar a métrica na sua empresa.

O que é throughput?

Podendo ser chamado também de índice de vazão média, throughput é a métrica que mede a capacidade de entrega do seu time em um ciclo de tempo. Ou seja, com ela é possível analisar quantas tarefas ou histórias de usuário seu time consegue entregar dentro de uma semana ou durante uma sprint de desenvolvimento, seja ela semanal, quinzenal ou mensal.

Com essa metrificação ágil, é possível verificar qual a média de rendimento do seu time de tecnologia para novos produtos a partir dos projetos que já foram entregues aos clientes. Além disso, ela permite responder a uma série de questões que surgem antes da entrega como:

“Em um projeto com X demandas, em quanto tempo meu time consegue finalizá-lo?”, “Quantas funcionalidades conseguimos entregar por sprint?”, Minha equipe tem um bom ritmo de entrega?, “Conseguimos acelerar esse processo ainda mais?”, entre muitas outras.

Com a throughput, todo líder técnico de projeto pode perceber a frequência das entregas e a “capacidade” do seu time. Se pensarmos em um cenário onde a equipe trabalha com histórias de usuário com tamanho e complexidade parecidos, é possível ter previsibilidade de quando uma feature será entregue.

Para ilustrar melhor como a métrica funciona, separamos um gráfico que mostra uma equipe de desenvolvimento com um baixa tendência de entregas, já que há um número bastante variável entre as sprints. Isso acontece muito em razão dos bugs que podem aparecer durante o desenvolvimento, fazendo com que eles sejam jogados para a próxima sprint e atrasam a produção do que foi planejado anteriormente. Confira o gráfico abaixo.

Qual a importância da throughput no gerenciamento de fluxo?

O quanto sua equipe de desenvolvimento consegue produzir em um período de tempo tem um papel fundamental no gerenciamento do fluxo de trabalho. Isso porque, tendo esses dados em mãos é possível verificar em que prazo a tarefa tende a ser realizada e qual o número de funcionalidades que podem ser desenvolvidas em um período determinado de tempo.

Atuando em conjunto com o Kanban e o WIP – sigla para Work in Progress -, é possível medir com certa clareza o tempo de produção de cada item de desenvolvimento, podendo servir, até mesmo, para reorganizá-los de uma maneira que seja mais produtiva e ágil para a equipe. Além disso, com a análise de dados é possível ver outros aspectos importantes como a confiabilidade do projeto e a eficiência da produção, verificando onde seu time demanda mais tempo para desenvolver.

A throughput é importante também para analisar a categorização de atividades do seu Kanban, assim, é possível perceber onde o esforço da equipe está sendo investido. Pois o time pode estar entregando 10 atividades por semana, mas se 8 forem bug, com certeza o cliente não vai estar enxergando muito valor nessas entregas. E, nesse caso, é necessário fazer um alinhamento de expectativas e entender o motivo de tantos bugs acontecerem.

O que pode diminuir a taxa de entrega do meu time?

Dentro das sprints de desenvolvimento, alguns fatores podem afetar a taxa de entrega do seu time de tecnologia, sendo super importante que todo líder saiba como fazer o diagnóstico. Dentre os fatores que podem diminuir a throughput da sua equipe está a realização de iterações ou sprints de desenvolvimento muito longas, constante mudança no escopo do projeto, alguma falha que possa vir a ocorrer e atrasar o andamento do produto e até mesmo quando o limite do Work in Progress não é respeitado.

Após realizar o diagnóstico sobre o que de fato está atrasando a produção, conseguir corrigir esse problemas pode fazer seu time aumentar a taxa de entrega de uma forma satisfatória e aumentar a produtividade também em outros projetos.

Conclusão

Nesse artigo, busquei trazer à vocês o conceito de throughput, uma métrica ágil que permite verificar se sua equipe de desenvolvimento possui uma regularidade de entrega em seus projetos. Essa análise permite que vocês respondam perguntas sobre o prazo de desenvolvimento antes mesmo do projeto começar, já que cada equipe possui uma tendência de entregas por semana.

Além disso, diversas decisões da sua startup podem ser tomadas a partir dessa coleta de dados, fazendo com que a throughput seja essencial em toda equipe de tecnologia que busca se manter produtiva.

Com informações: PlataformaTec, LuizaLabs e iMasters