Vaga javascript sênior: 4 dicas para ter sucesso na sua entrevista

dicas de entrevista para vaga javascript sênior

Em busca de novas oportunidades, cansados dos mesmos processos? Encontrou a vaga JavaScript sênior ideal para o seu perfil e quer mandar bem no processo seletivo? 

Sabemos o quão diferentes são as realidades de profissionais que acabaram de entrar no mercado de trabalho e daqueles que já atuam há um bom tempo e conquistaram experiência nas mais diversas oportunidades. E, por mais que exista uma gama de conteúdos relacionados a processos seletivos em tecnologia, a grande maioria das dicas e instruções encontradas são direcionadas a candidatos de nível iniciante, mais especificamente juniores. 

Mas a Ez pensou em você, pessoa desenvolvedora sênior! Neste conteúdo, convidamos nossos especialistas em recrutamento tech para te dar algumas dicas de como atingir o sucesso nas entrevistas.

Assim como guiamos você sobre como funciona o processo seletivo no nosso ecossistema, te ajudaremos agora a se dar bem em uma das etapas mais conhecidas e também mais temidas de toda e qualquer seleção (até mesmo fora do mercado tech): a entrevista. 

Continue a leitura e fique por dentro das nossas dicas!

O que o nosso time de Talent conta?

Conversamos com Beatriz Ereno, Head de Talent Acquisition aqui na Ez.devs e com Audrey Galeli, nossa Tech Recruiter. Ambas relatam a importância da boa comunicação e de trazer as experiências para o momento da entrevista. Veja como você pode fazer isso!

Demonstre uma boa comunicação

De acordo com a Head de Talent, saber se comunicar bem é imprescindível. Isso porque o perfil sênior é aquele que, por possuir um conhecimento técnico amplo, será um dos responsáveis em gerenciar possíveis crises e solucionar problemas de modo geral. 

Mas para além disso, este talento precisa ser capaz de repassar e ensinar os seus conhecimentos técnicos para pessoas com menores níveis de experiência. E, por mais que algumas pessoas de nível sênior não desejem ocupar cargos de liderança no futuro, permanecendo em cargos mais técnicos, elas sempre serão os profissionais de referência. 

E, para demonstrar esta soft skill no momento da entrevista você pode contar aos recrutadores determinadas situações problema vivenciadas, explicando como conseguiu direcionar o time até a resolução. Além disso, é interessante contar sobre os seus aprendizados ao longo do seu processo de evolução e no que eles contribuíram para que você alcançasse o nível sênior.

E, para reforçar esta ideia, Audrey Galeli aponta que é sempre importante que os talentos de tecnologia relatem sobre sua trajetória com foco nas tecnologias utilizadas em cada projeto no qual colaboraram ou estão colaborando no momento.

Demonstre conhecimento técnico através de exemplos

A segunda dica está relacionada ao domínio de tecnologias e o aprendizado rápido. Uma pessoa desenvolvedora sênior não é definida apenas pelo conhecimento de diversos frameworks e linguagens de programação, mas sim por alguém que tem um excelente domínio do conhecimento técnico de base e, assim, consegue aprender algo novo de uma forma muito mais rápida. 

Para Beatriz, a dica é a seguinte: “Quando o talento estiver respondendo perguntas ou contando sobre a trajetória profissional, ele deve trazer o conhecimento mais aprofundado nesse sentido, através de exemplos de quando precisou se adaptar a uma nova tecnologia e como foi esse processo”. 

Mas é necessário ter atenção. Esta não se trata de uma entrevista totalmente técnica, então não é interessante focar somente em responder ou contar sobre características específicas de uma certa linguagem ou framework. 

Além disso, é válido ressaltar que um talento de nível sênior que tem um bom domínio, por exemplo, sobre questões de qualidade de código ou padrões de código como orientação a objetos, muito provavelmente se dará bem em diversas linguagens, pois várias delas usam esses mesmos conceitos.

E qual é o veredito do nosso CTO?

Além das excelentes dicas que o time de Talent nos trouxe, fomos em busca de mais ajuda para você, desenvolvedor que está se preparando para uma oportunidade ou vaga JavaScript sênior.

Cuidado com o tempo…

Wellington Santana, CTO da Ez, conta que é importante lembrar que geralmente as entrevistas têm uma duração aproximada de uma hora e, por isso, nem sempre você terá tempo suficiente para contar todas as suas experiências nos mínimos detalhes. Por isso, selecione as experiências em que mais encontrou desafios e aborde-as de acordo com as dicas anteriores. 

Selecionar as experiências que mais teve desafios (lembre-se a call geralmente é de 1h)

Sinceridade sempre!

Assim como você não pode mentir no currículo, também não pode fazê-lo durante a entrevista. Isso pode até soar óbvio para quem busca uma oportunidade ou vaga sênior, mas não custa nada ressaltar. 

Mais do que não mentir sobre suas habilidades, de acordo com o CTO, é não ter medo de dizer que você não tem conhecimento o suficiente em determinado assunto. Isso acontece mesmo com talentos de nível sênior, já que a tecnologia abrange uma área muito vasta de conhecimentos e está em constante inovação.

Agora que você já anotou todas as dicas para se dar bem na concorrência por uma vaga JavaScript sênior, o que acha de conhecer as oportunidades do ecossistema Ez.devs? Não deixe de se cadastrar na nossa plataforma e dar início à melhor fase de toda a sua carreira através de grandes oportunidades! Para dar o start, basta clicar aqui.

Compartilhar:

Camila
Último artigo
Criando uma cultura remota eficiente em um time de tecnologia
Próximo artigo
Desenvolvedor remoto: evite a falta de foco no dia a dia